Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Casadinho sofisticado

29/06/2015 14:16 | Atualização: 29/06/2015 14:19

"Eu nunca usei ponto e vírgula e nunca me fez falta." Quem fez o depoimento? Ninguém menos que Luiz Fernando Verissimo. Ele tem razão. Podemos viver muito bem sem a duplinha. Mas, com ela, ganhamos um recurso a mais pra enriquecer o texto. E, de quebra, ficamos pra lá de bem na foto. O verso de Mário Quintana serve de prova: "A Maria Eugênia é uma moça muito inteligente. Ela sabe usar ponto e vírgula". Você sabe? O casadinho tem dois empregos. Nenhum deles é bicho de sete cabeças. Quer ver?

1º emprego

O ponto e vírgula separa os itens de uma enumeração:

São funções do Banco Central:
a. emitir moeda;
b. fiscalizar o Sistema Financeiro Nacional;
c. controlar o crédito e o capital estrangeiros; e
d. representar o governo brasileiro perante governos estrangeiros.

 

2º emprego
O casadinho detesta confusão e mal-entendidos. Por isso, separa vírgulas concorrentes.

João estuda francês, Pedro estuda inglês, Paulo estuda alemão, Juca estuda russo, Bia estuda árabe, Consuelo estuda espanhol.  frase está correta. Mas tem um senão. Repete muito o estuda. O que fazer? Usar o verbo na primeira oração e, depois, substituí-lo por vírgula:

João estuda francês, Pedro, inglês, Paulo, alemão, Juca, russo, Bia, árabe, Consuelo, espanhol.

Pior a emenda que o soneto, verdade? O período ficou confuso. Misturou dois bicudos. Um, a vírgula que separa as orações (aquela que estava presente no primeiro exemplo). O outro, a que substitui o verbo.

O que fazer? Ser chique. Fazer o que a maioria das pessoas não sabe. Usar o ponto e vírgula em lugar da vírgula que separa orações. Assim você acabará com a rivalidade das vírgulas concorrentes:

João estuda francês; Pedro, inglês; Paulo, alemão; Juca, russo: Bia, árabe; Consuelo, espanhol.

Mais exemplos

João trabalha no Rio, Pedro trabalha em São Paulo. (João trabalha no Rio; Pedro, em São Paulo.)

Maria terminou a pesquisa ontem, Mauro terminou anteontem. (Maria terminou a pesquisa ontem; Mauro, anteontem.)

Beatriz trabalha no MEC, Gilma trabalha no Itamaraty. (Beatriz trabalha no MEC; Gilda, no Itamaraty.)

É isso. Há vírgulas empregadas por causas diferentes no mesmo período? Olho vivo. É confusão certa. Separe a oração por ponto e vírgula.

Sabia?
"Quero vencer o deficit habitacional", disse Dilma. O Vocabulário Ortográfico registra deficit e défice. É só escolher.

Curiosidade

Corão
ou Alcorão dão nome à Bíblia muçulmana. Corão, Alcorão e Bíblia têm o mesmo significado — o livro. O al que aparece em Alcorão é o mesmo que aparece em algodão e álcool. Trata-se do artigo árabe. Equivale ao o (a) em português: o guia, a vida.

Doença espaçosa

Enfarte, enfarto, infarto
— o trio merece banda de música e tapete vermelho. Mas fique bem longe de nós. Xô!

Leitor pergunta
Ora leio diabete. Ora, diabetes. Qual é forma nota 10?

Celene Silva, Porto Alegre

O diabete, a diabete, o diabetes, a diabetes
? Tanto faz. Mas o s não é signo de plural. Mesmo com ele, a palavra é singular: o diabetes sacarino, a diabetes sacarina.

 

Dad Squarisi 


PESQUISA DE CONCURSOS