Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Até tu, Catilena?

16/12/2015 16:13 | Atualização: 18/12/2015 11:01

Dad Squarisi

Parece filme de ficção. Nunca antes na história deste país tantos poderosos tiveram de prestar contas à Justiça. O alto escalão da República perde o chão e a sensação de impunidade. Banqueiros, empresários, políticos veem o sol nascer quadrado. Até um senador em pleno exercício do mandato embarcou no camburão.

Ops! Agora, a Polícia Federal subiu um degrau. Vasculhou as casas do presidente da Câmara e de montões de excelências. Trata-se da Operação Catilinárias. O nome pra lá de sofisticado nasceu há 2 mil anos. Conhece a história? O nobre senador Lúcio Sérgio Catilina planejava derrubar o governo republicano. Falido financeiramente, queria obter riqueza e poder. Não conseguiu.

As catilinárias
As Catilinárias são quatro discursos de Cícero. O cônsul romano, em 63 a.C., fez acusações contra Catilina no Senado romano. O acusado abandonou o parlamento, mas não desistiu do golpe. Juntou-se a exército ilícito e partiu pra luta. Morreu no campo de batalha um ano depois. Que Deus o tenha.

Amostra
Até quando, Catilina, abusarás
da nossa paciência?
Por quanto tempo a tua loucura há de zombar de nós?
A que extremos se há de precipitar a tua desenfreada audácia?
Nem a guarda do Palatino,
nem a ronda noturna da cidade,
nem o temor do povo,
nem a afluência de todos os homens de bem,
nem este local tão bem protegido para a reunião do Senado,
nem a expressão do voto destas pessoas, nada disso conseguiu perturbar-te?
Não te dás conta que os teus planos foram descobertos?
Não vês que a tua conspiração a têm já dominada todos estes que a conhecem?
Quem, dentre nós, pensas tu que ignora o que fizeste na noite passada e na precedente, onde estiveste, com quem te encontraste, que decisão tomaste?
Oh tempos, oh costumes!


Sem discussão

Decisão da Justiça não se discute. Cumpre-se. Daí por que juiz expede mandado — mandado de segurança, mandado de prisão, mandado de busca e apreensão. A palavra vem de mando (ordem).

Olho vivo, marinheiro de poucas viagens. Mandado não conhece mandato nem de elevador. Apesar da semelhança, mandato passa longe de mandar e ordenar. A trissílaba escrita com t quer dizer delegação, representação: O mandato de deputado é de quatro anos, o de senador, oito.

De olho neles

Políticos do PMDF são alvo da Operação Catilinárias? Ou são alvos? Faça a sua aposta. Optou pelo singular? Acertou. O português nosso de todos os dias deixa no singular o substantivo abstrato que, depois de verbo de ligação (ser, estar, virar, ficar) caracterize genericamente o sujeito plural: Políticos corruptos são alvo da Operação Lava-Jato. Filmes nacionais são destaque do festival. Os voluntários tornaram-se exemplo de eficiência. Animais em extinção viraram objeto de desejo dos colecionadores. Substantivos e verbos são o essencial na oração.

Leitor pergunta

A pontuação desta frase provocou baita discussão na empresa: “Em virtude da confraternização de fim de ano, comunicamos que no dia 18/12/15 (sexta-feira), não haverá expediente no período vespertino”. O emprego da segunda vírgula merece nota 10?

Carmem Lúcia, Brasília


Não, Carmem. O termo “no dia 18/12/15 (sexta-feira)” é adjunto adverbial. Deslocado, o intrometido deve ser isolado por vírgula — uma antes e outra depois. Assim: Em virtude da confraternização de fim de ano, comunicamos que, no dia 18/12/15 (sexta-feira), não haverá expediente no período vespertino.

Sem intromissão, a oração fica na ordem direta. Aí, a vírgula não tem vez: … comunicamos que não haverá expediente no período vespertino no dia 18/12/15 (sexta-feira),

***

Li de um primo a seguinte frase, em resposta a convite recebido: "Posso afirmar-lhes que nenhum de vocês saíram um só dia da minha lembrança". Chamei-lhe a atenção por ter identificado na frase erro de concordância. Em vez de saíram, saiu. Não chegamos a acordo. E daí?

Adilson Pinheiro, BH


Você está certo, Adilson. O verbo concorda com o núcleo nenhum. Assim: Nenhum de nós disse isso. Nenhum de vocês saiu da minha lembrança. Nenhum dos políticos conseguiu se defender.

PESQUISA DE CONCURSOS