Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Os filmes do Oscar

03/02/2016 11:00

Dad Squarisi

Oba! Os cinéfilos fazem a festa. Filmes que disputam o Oscar ocupam as telonas e enchem as salas de cinema. Muitos deles dr inspiraram em personagens e acontecimentos excepcionais. Por isso sobressaíram. É o caso de Spotlight, Trumbo e O clã. Aí, não dá outra. Na publicidade aparece a informação: “Baseado em fatos reais”.

É baita pleonasmo. Todo fato é real. Daí por que dizemos “acredite, é fato”. Bastava, pois, “baseado em fatos”. Quem duvidar da capacidade do leitor de entender o recado pode recorrer a uma das tantas possibilidades da língua. Que tal “baseado em história real”? Nem toda história é real. A mensagem merece nota 10 — no fundo e na forma.

Por falar em pleonasmo...

Modelo exemplar joga no time de subir pra cima, descer pra baixo, entrar pra dentro, sair pra fora, elo de ligação, fato real e jantar à noite? O Aurélio responde. Modelo, segundo o dicionário, é objeto destinado a ser reproduzido por imitação. Exemplar, ainda segundo o pai de todos nós, é o que serve de modelo. Os significados se confundem. Veja nestes exemplos: É modelo de filho. É exemplo de filho.
Conclusão: o adjetivo sobra. Basta modelo. Ou exemplo.

Reinado momesco
O carnaval vem aí. Adeus, seriedade! Adeus, politicamente correto! Adeus, terno e gravata! É hora de pôr o bloco na rua e cair na festa. A alegria só tem um limite. Trata-se da grafia. Na hora de escrever, olho nos pedigrees e nos vira-latas. Ganham iniciais maiúsculas a Sexta-Feira da Paixão e a Páscoa. As demais palavras relacionadas ao reinado momesco se grafam com a inicial pequenina. É o caso de carnaval, terça gorda, quarta-feira de cinzas, quaresma, semana santa, sábado de aleluia, malhação de judas.

Status

Quem diria, hem? Mosquitinho de pobre ganha projeção internacional. Trata-se do Aedes aegypti. O inseto faz estragos. Além da picada, transmite três males — a dengue, a chikungunya e a microcefalia. Enquanto mal ficou nos países subdesenvolvidos, não mereceu maiores preocupações. Mas, quando chegou aos países ricos, acendeu-se o sinal de alerta. A Organização Mundial de Saúde decretou emergência global.

Emergência pertence à família de emergir. O verbo significa sair de onde estava mergulhado. Opõe-se a imergir (mergulhar). Em bom português claro: o combate ao mosquito é responsabilidade mundial. Significa mais dinheiro e mais cientistas pra vencer a luta. Significa, também, mais campanhas educativas.

Você escolhe

Grávidas correm risco. A picada do Aedes aegypti transmite o zika. Há suspeitas de o vírus seja responsável pela microcefalia. O que é isso? Trata-se de … má-formação ou malformação do cérebro? O dicionário registra as duas formas. Você escolhe.

Clareza

“O Judiciário não tem medido esforços para mitigar os problemas sofridos pela sociedade brasileira ao desempenhar as tarefas que lhe competem com altivez”, disse o ministro Ricardo Lewandowski. Deu nó nos miolos dos leitores. Eles estranharam a colocação de “com altivez”.A locução cria ambiguidade. Ao lado de competem, parece se referir ao verbo. Falso. O desempenho é que merece o atributo. Vem, clareza: O Judiciário não tem medido esforços para mitigar os problemas sofridos pela sociedade brasileira ao desempenhar com altivez as tarefas que lhe competem.

Leitor pergunta
Inimigo figadal? Inimigo fidagal? Ouço as duas formas e, claro, estou confuso. Qual a forma correta?

Noêmia Curi, Porto Alegre

O adjetivo deriva de fígado. Há correntes que atribuem sentimentos a determinados órgãos. Associam o pulmão à depressão. Os rins, ao medo. O fígado, ao ódio. Daí por que a pessoa a que se tem sentimento de hostilidade profundo dizemos ser inimigo figadal, de fígado.

PESQUISA DE CONCURSOS