Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

Xô, chavões e modismos

%u201CA prosa vigorosa é concisa. A frase não deve ter palavras desnecessárias, nem o parágrafo frases desnecessárias." William Strunk Jr.

12/09/2018 20:55

Dad Squarisi

O que torna a campanha eleitoral monótona? É a repetição. Sabemos como o candidato vai se apresentar — embalado para presente, dono de todas as respostas. Sabemos, também, o que vai dizer. Conjuga o verbo prometer e, sem criatividade, diz o já dito. Em bom português: não surpreende.


Surpresa chama a atenção e desperta a curiosidade. É o gosto pelo inusitado. O chavão vai de encontro à novidade. Palavra ou expressão, tantas vezes repetida, perde o viço. Teve frescor algum dia. Hoje soa como coisa velha. Transmite a impressão de preguiça, desatenção e pobreza vocabular. Cruz-credo! Fugir da mesmice é fácil. A receita: conhecer a velharia. A coluna a apresenta em ordem alfabética.

A

A cada dia que passa; a duras penas; a olho nu; a olhos vistos; a ordem é se divertir; à saciedade; a todo vapor; a toque de caixa; abertura da contagem; abrir com chave de ouro; acertar os ponteiros; agarrar-se à certeza de; alto e bom som; alimentar a esperança; amanhecer do dia; antes de mais nada; ao apagar das luzes; aparar as arestas; apertar os cintos; arregaçar as mangas; ataque fulminante; atear fogo às vestes; atingir em cheio; atirar farpas.

B

Baixar a guarda; barril de pólvora; bater em retirada.

C

Cair como uma bomba; cair como uma luva; caixinha de surpresas; caloroso abraço; campanha orquestrada; cantar vitória; cardápio da reunião; chover no molhado; chumbo grosso; com direito a; comédia de erros; como manda a tradição; como se sabe; como já é conhecido; como todos sabem; comprar briga; conjugar esforços; corações e mentes; coroar-se de êxitos; correr por fora; cortina de fumaça.

D

Dar o último adeus; de mão beijada; deitar raízes; deixar a desejar; debelar as chamas; depois de longo e tenebroso inverno; desbaratar a quadrilha; detonar um processo; dispensa apresentação; divisor de águas; do Oiapoque ao Chuí.

E

Erro gritante; efeito dominó; em compasso de espera; em pé de igualdade; em polvorosa; em ponto de bala; em sã consciência; em última análise; eminência parda; empanar o brilho; encostar contra a parede; esgoto a céu aberto; estar no páreo.

F

Faca de dois gumes; familiares inconsoláveis; fazer as pazes com a vitória; fazer das tripas coração; fazer uma colocação; fazer vistas grossas; fez o que pôde; fez por merecer; fonte inesgotável; fugir da raia.

G

Gerar polêmica.

H

Hora da verdade.

I

Importância vital; inflação galopante; inserido no contexto.

J

Jogo de vida ou morte.

L

Lavar a alma; lavrar um tento; leque de opções; levar à barra dos tribunais; líder carismático; literalmente tomado; lugar ao sol; luz no fim do túnel.

M

Maltraçadas linhas; menina dos olhos; morto prematuramente.

 

N

Na ordem do dia; na vida real; no fundo do poço.

O

Óbvio ululante; ovelha negra.

P

Página virada; parece que foi ontem; passar em brancas nuvens; pelo andar da carruagem; perder um ponto precioso; perdidamente apaixonado; perfeita sintonia; petição de miséria; poder de fogo; pontapé inicial; pôr a casa em ordem; prendas domésticas; preencher uma lacuna; procurar chifre em cabeça de cavalo; propriamente dito.

Q

Quebrar o protocolo.

 

R

Requinte de crueldade; respirar aliviado; rota de colisão; ruído ensurdecedor.

S

Sair de mãos abanando; sagrar-se campeão; saraivada de golpes; sentir na pele; sério candidato; ser o azarão.

T

Tecer comentários; ter boas razões para; tirar do bolso do colete; tirar uma conclusão; tiro de misericórdia; trair-se pela emoção; trazer à tona; trocar farpas.

V

Via de regra; via de fato; voltar à estaca zero.


*

Ufa! Há mais. Mas falta espaço.

Leitor pergunta

"Bolsonaro segue sem infecção e hospital confirma que passará por nova cirurgia posteriormente."
Bem, anteriormente é que não pode ser. Outro exemplo muito comum é "como falei anteriormente". Posteriormente é que nunca será. São termos que sobram nos textos. Certo?

Roberto Barreto, Ipatinga

Certíssimo. O desnecessário sobra. Xô!

PESQUISA DE CONCURSOS