Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

Lá do Sião

'Paus e pedras podem quebrar meus ossos, mas as palavras conseguem partir meu coração.' Robert Fulghum

05/05/2019 09:00 | Atualização: 08/05/2019 20:21

Dad Squarisi

Em Brasília nasceram duas gêmeas siamesas. Vieram ao mundo coladas pela testa. Os médicos esperaram 11 meses para separá-las. Depois de 12 horas de cirurgia, viva! As garotinhas ficaram uma cá e outra lá. O fato foi notícia em Europa, França e Bahia. No explica-explica, pintou a questão: qual a origem do termo siamês?

A Tailândia, antes de se chamar Tailândia, era o reino do Sião. Quem nascia lá era siamês. O gato siamês vem daquele país do Oriente. Ali, em 1811, vieram ao mundo dois irmãos ligados por uma membrana situada à altura do peito. Viraram manchete mundo afora. Eram os gêmeos siameses. O nome pegou. Tomou o lugar de xifópagos.

Show da vida 

“Mulher dá à luz a gêmeas siamesas”, escreveu o jornal. Bobeou. Dar à luz significa trazer para a luz (mulher traz gêmeas siamesas para a luz, para o mundo). Logo, a mulher deu à luz gêmeas siamesas. Nada do a antes da criaturinha: Maria deu à luz uma menina. Adolescente dá à luz criança prematura. Teresa deu à luz menino de quase quatro quilos.

Por falar em dar à luz...

“Parirás com dor”, disse o Todo-Poderoso. Antes de falar, pensou duas vezes. Sabia que o verbo parir tinha manhas. Queria respeitá-las. Puxou da memória. Fiat lux! Tudo ficou claro. Parir, embora não pareça, tem todas as formas. Mas algumas são bem esquisitas. O xis da questão é o presente do indicativo. A primeira pessoa é “eu pairo”. Já imaginou? Confunde-se com o verbo pairar. Uma grávida voando? Valha-nos, Deus!

Dois

Gêmeo é palavra que vale por duas. Pode dar nome às crianças nascidas do mesmo parto. Ou designar cada uma delas: Maria teve gêmeos. Anos depois, um gêmeo morreu.

Três, quatro, cinco

Nasceram mais de dois bebês? Bem-vindos. E mãos à obra. Multipliquem as fraldas, as mamadeiras, os berços. E relembrem as palavras que nomeiam a meninada: trigêmeos (três), quadrigêmeos ou quádruplos (quatro), quíntuplos (cinco), sêxtuplos (seis), sétuplos (sete), óctuplos (oito), nônuplos (nove), décuplos (10). Ufa!


Mesmo time

Bebê joga no time de estudante. São substantivos de dois gêneros. Feminino e masculino têm a mesma forma. O artigo é que funciona como dedo-duro. Denuncia se se trata de menino ou menina: Ele é o bebê. Ela, a bebê. Eles, os bebês. Elas, as bebês. Ele é o estudante. Ela, a estudante. Eles, os estudantes. Elas, as estudantes.


Leitor pergunta

Maio é o quinto mês do ano. Há muito tenho uma curiosidade. Gostaria de saber o porquê do nome. Pode me ajudar?
Clara Bitencourt, São Paulo

Maio se chama maio porque se inspirou na mitologia grega. Nascido no Hemisfério Norte, onde o inverno mata gente, bichos e plantas de frio, maio se identifica com a primavera. As comemorações que se faziam depois da neve revenciavam Maia e Flora — deusas relacionadas ao crescimento de plantas e flores.    

PESQUISA DE CONCURSOS