Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Goteiras e Concursos

26/06/2015 14:31 | Atualização: 26/06/2015 14:32

Para ter uma vida mais saudável, render mais no trabalho/estudo, diminuir o sono, prevenir a obesidade, infarto e coisas do gênero, pratico, pelo menos três vezes na semana o WDPTS. Gosto de correr e, por isso, adquiri uma esteira. Quando minha casa estava em construção, destinei uma área para a esteira e alguns pesos. Minha “academia”, feita de alumínio e vidro, no entanto, tinha uma falha estrutural: não havia caimento em seu telhado e toda vez que chovia a água empoçava e, fatalmente, vazava.

Sun Tzu diz que a sabedoria da conquista está em imitar a água, que foge dos lugares mais complicados, como montes e rochas altas, e procura os vales para que possa chegar ao seu objetivo. Ela tem a capacidade de escolher os caminhos mais inteligentes. Para um guerreiro, e para um concurseiro, isso significa “dar seu jeito”. Para meu telhado, isso significava que a água da chuva, não encontrando caminho melhor, “dava seu jeito” e minava para dentro de casa.

O inconveniente da academia encharcada não era maior que o risco de curto circuito caso a água encontre a tomada da esteira... e a culpa disso tudo não era do telhado que não sabia jogar a água para outro lugar, mas do projeto que não possibilitou ao telhado fazê-lo. A água cumpre seu papel cai. Se o projeto tivesse sido bem executado, o telhado cumpriria o dele: proteger da chuva desviando a água. Mas você deve estar pensando: o que tenho a ver com tudo isso?

No planejamento de sua aprovação é preciso cuidado para que você não tenha mais aborrecimentos do que os que fazem parte da preparação. Já foi dito: quem falha em planejar, planeja falhar. Você, concurseiro, talvez tenha o mesmo problema que minha academia e sei disso, pois já vivi esse drama com o telhado e com os concursos.

Já deixei que o projeto da construção de meus horários e de atividades, e que a ocupação dos meus pensamentos, se transformassem em um telhado reto, sem caimento, um grande acumulador, não de água, mas de angústias, aflições, falta de confiança... O que acontecia é que esses problemas acumulados se transformavam em goteiras, das quais escorria tempo, paciência e dinheiro ou, em chuvas mais vigorosas, inundavam minha vida.

Os problemas, as preocupações, as contas a pagar, as frustrações, as dúvidas, as dificuldades, tudo isso é como a água da chuva no “telhado” da sua vida. Se o telhado não for bem planejado para que essas coisas fluam para fora, teremos problemas. Se for para acumular algo, que seja a água boa do suor do seu esforço, das alegrias de um trabalho bem feito, da certeza de uma preparação de qualidade. Os benefícios ou malefícios da água dependem somente do seu sistema de captação.

Reveja seu “telhado”. Avalie se a construção de seus pensamentos, horários, da sua rotina estão dando conta de não transbordar sua vida com curtos circuitos, mas de alimentar sua caixa d’água de motivação.

William Douglas

PESQUISA DE CONCURSOS