Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

De obstáculos a oportunidades

30/09/2016 09:57

William Douglas

Pacífico/CB/D.A Press
A forma como percebemos o mundo, como enxergamos as situações e nos portamos diante delas influenciam nossa maneira de viver e, principalmente, nosso futuro. Nesse ponto, quero chamar sua atenção para aquilo que você define como obstáculos ao seu sucesso, felicidade, realizações. Todos têm de lidar com problemas, obstáculos que atrapalham os planos. Alguns são diários; outros eventuais. Alguns são pequenos e chatos; outros são grandes e cheios de desdobramentos. Sejam como forem quero, neste momento, levá-lo a refletir sobre a forma como você enxerga e se porta diante dos seus obstáculos, pois sua reação vai depender da forma como você os percebe.

Se você encarar as dificuldades como um derrotado, vai reagir da mesma foram. Enquanto não aprender a ver os obstáculos não como algo que pode impedir você de chegar ao seu sonho, mas como algo que você pode superar se buscar as alternativas, dificilmente você vai progredir.

Certa vez, diante de uma plateia, um professor pegou uma folha em branco e, no centro dela, desenhou um ponto. Depois, mostrou a folha para as pessoas sentadas na primeira fileira do auditório, perguntando o que elas viam ali. A resposta foi unânime: um ponto. E o professor então concluiu: “Vocês todos enxergaram o ponto. Este pequeno pontinho preto no centro da folha. Mas deixaram de enxergar todo o branco que está ao redor dele.” Muitas vezes, só enxergamos e, por isso, nos atordoamos com o pequeno ponto preto no centro de nossas vidas, esquecendo-nos de enxergar todo o branco (ou colorido) que há ao nosso redor. As infinitas possibilidades que estão ali, bem perto, ao nosso alcance, mantendo nosso foco no problema, ao invés de focar as soluções ou demais coisas boas da vida.

Diariamente recebo mensagens de pessoas que me relatam suas experiências pessoais ou profissionais e pedem conselhos. Lembro-me de uma vez ter recebido uma mensagem de uma jovem descontente com seu emprego. A chefe, segundo a jovem, era austera; o salário, uma miséria e não havia a menor possibilidade de ascensão profissional. Em situações assim, alguns podem indicar pela mudança do emprego, mas em minha experiência essa não necessariamente é a solução para os problemas porque parte da solução deve partir de que está insatisfeito. O que podemos mudar dentro de nós mesmos para encarar a situação. Adotar a postura de passividade no problema, na dor, para muitas pessoas é mais cômodo do que arregaçar as mangas e remar contra a maré.

Não é fácil enfrentar os problemas, mas, garanto, cultivá-los é ainda pior. Há casos em que é preciso cortar o mal pela raiz (e, sobre isso, convido você a ler o artigo Caso Encerrado) e encarar a realidade. O que você deseja? Qual é o seu sonho? Você quer mesmo transformar os obstáculos em oportunidades? Então, eis aqui algumas dicas:

• Não se preocupe à toa – a vida tem muito mais coisas interessantes; não vale a pena perdermos nosso tempo esquentando a cabeça com trivialidades.

• Seja realista – analise o tamanho do problema, sua profundidade, extensão e desdobramentos.

• Seja sonhador – pode parecer contraditório, mas não é. Você pode ser realista e não deixar que os problemas impeçam você de querer ir além.

• Foque no que importa – foque nas soluções.

• Cerque-se de pessoas que possam ajudar você – ninguém precisa enfrentar as dificuldades sozinho.

• Tenha paciência e persistência na busca pelas soluções – por mais difícil que a solução pareça ser, desistir no meio do caminho não vai resolver.


Os obstáculos podem funcionar como barreira ou como degrau. Deles você pode tirar experiências, novos horizontes e maneiras alternativas de lidar com as mais diversas situações, use-os para sua evolução e não para justificar sua estagnação. Arregace as mangas. É tempo de arar a terra para ter uma colheita melhor.

PESQUISA DE CONCURSOS