Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

Marinha reabre inscrição para capelães e aumenta vagas para engenheiros

24/07/2013 12:56

A Marinha brasileira publicou retificação do concurso que oferta três vagas para capelães. A alteração foi referente ao período de inscrições agora reaberto entre os dias 29 de julho e 2 de agosto pelo site www.ingressonamarinha.mar.mil.br. A taxa custa R$ 45. Além da página eletrônica, o edital com todas as modificações no certame pode ser conferido também na página 27, seção 3, do Diário Oficial da União desta quarta-feira (24/7). Um novo calendário será divulgado em breve. As provas que estavam previstas para acontecerem no dia 23 de junho foram suspensas. Do total de chances, duas são para sacerdote da Igreja Católica Apostólica Romana, e uma para pastor da Igreja Batista. As provas objetivas e de redação serão realizadas no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Ceará, Pará, Maranhão, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, São Paulo e Amazonas. Haverá ainda inspeção de saúde, avaliação psicológica e teste de aptidão física. O curso de formação tinha previsão de início no dia 31 de março de 2014. Engenheiros O concurso para engenheiros da Marinha também foi alterado. A especialidade de engenharia mecatrônica passou de uma vaga para três chances, fazendo com que o concurso totalize 68 oportunidades. Veja aqui a retificação também publicada no Diário Oficial da União. Segundo o edital de abertura podem participar homens e mulheres graduados nas áreas exigidas, com menos de 36 anos até janeiro de 2014. As inscrições continuam abertas de até o dia 30 de julho, pelos sites www.ensino.mar.mil.br e www.ingressonamarinha.mar.mil.br. A taxa é de R$ 45. Há chances para as formações de arquitetura e urbanismo, engenharia aeronáutica, engenharia cartográfica, engenharia civil, engenharia de materiais, engenharia de produção, engenharia de sistemas da computação, engenharia de telecomunicações, engenharia elétrica, engenharia eletrônica, engenharia mecânica, engenharia mecatrônica, engenharia naval e engenharia química. A remuneração dos profissionais não consta no edital de abertura. Todos os inscritos passarão por prova escrita de conhecimentos profissionais, redação, tradução de texto, inspeção de saúde, teste de aptidão física, verificação de documentos e verificação de dados biográficos. Aprovados em todas essas etapas ainda serão submetidos ao curso de formação, que durará 39 semanas no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk. Os formados ingressarão na Marinha como primeiros-tenentes.

PESQUISA DE CONCURSOS