Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

Após suspensão, CRC/PE divulga novo cronograma de concurso

26/07/2013 12:17

Após oito meses suspenso, o Instituto Quadrix de Tecnologia e Responsabilidade Social retomou o concurso público para o Conselho Regional de Contabilidade de Pernambuco (CRC/PE). E o novo cronograma já foi divulgado pela banca. As provas objetivas terão duração de quatro horas e serão aplicados no próximo 1º de setembro, à tarde, nas cidades de Caruaru, Petrolina, Recife e Serra Talhada. A homologação do resultado final do concurso está prevista para o dia 28 do mesmo mês. Veja aqui o cronograma completo. O certame prevê contratação de 10 vagas imediatas além de formação de cadastro reserva para cargos de todos níveis de escolaridade. O certame disponibiliza os cargos de auxiliar administrativo e auxiliar de serviços gerais para nível fundamental (salário de R$ 700,67); aqueles com nível médio disputam a carreira de técnico administrativo (R$ 1.224,61); graduados em nível superior tentam o posto de analista, com atuação nas áreas de fiscal, contador, advogado, técnico em informática e secretaria executiva (até R$ 2.248,65). Entenda o caso Em nota divulgada no último dia 19 de julho, a banca organizadora informou que, em virtude da revogação da Recomendação 76/2012 do Ministério Público Federal (MPF) - Procuradoria Pública em Pernambuco, o CRC/PE resolveu dar continuidade ao concurso. A suspensão do concurso ocorreu no dia 30 de novembro de 2012 (Procedimento Administrativo Nº 1.26.000.002742/2012-50) antes mesmo da realização das provas objetivas, única etapa do certame. O MPF encontrou irregularidades no regime de contratação dos candidatos aprovados: de acordo com o edital do concurso, o regime celetista seria utilizado. A recomendação do MPF se baseou na Constituição Federal: a atividade de fiscalizar o exercício profissional é estatal e entidades que exercem esse controle têm função pública. Assim sendo, possuem natureza jurídica de autarquia; conseqüentemente, o regime de contratação deveria ser estatutário, como demais servidores públicos civis da União. Em maio deste ano, o procedimento administrativo que estava em trâmite na Procuradoria Regional da República do Estado de Pernambuco foi convertido em inquérito civil de mesmo número; o documento é assinado pela procuradora da República Monalisa Duarte Abdo Aziz Ismail.

PESQUISA DE CONCURSOS