Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Marinha, TRT-17 e TCE/ES encerram inscrições para 124 vagas

17/10/2013 09:30

Nesta quinta-feira (17/10), às 23h59, a Marinha do Brasil, o Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região (TRT-17), no Espírito Santo, e o Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE/ES) encerram inscrições para seus concursos públicos abertos. São, ao todo, 124 vagas para níveis médio e superior. O salário chega a R$ 9 mil. Confira a seguir as definições de cada certame. Marinha A oferta é de 80 vagas para o Corpo de Praças da Armada (CP-QTPA). As oportunidades oferecidas são para as áreas técnicas de eletroeletrônica (35) e mecânica (45). Segundo o edital de abertura, os aprovados serão preparados e capacitados para atuarem em operações e manutenção de submarinos. Para concorrer às chances de eletrotécnica é preciso ter nível técnico em cursos de automação industrial; eletroeletrônica; eletromecânica; eletrônica; eletrotécnica; eletrotécnica naval; e/ou mecatrônica. Já os profissionais que desejam concorrer às oportunidades ofertadas na área de mecânica devem possuir curso de nível técnico em manutenção automotiva; mecânica; mecânica naval; mecatrônica; refrigeração e climatização; manutenção de máquinas pesadas; e/ou mecânica da precisão. Interessados devem se inscrever pelos sites www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br. A candidatura também pode ser feita pessoalmente, nas cidades de Brasília, Rio de Janeiro, São Pedro da Aldeia/RJ, Vila Velha/ES, Salvador, Natal, Olinda/PE, Fortaleza, Belém, São Luis, Rio Grande/RS, Porto Alegre, Florianópolis, Ladário/MS, São Paulo, Manaus e Santos/SP. Os endereços estão disponíveis no edital de abertura. A taxa de participação custa R$ 20. A seleção será feita mediante prova escrita de conhecimentos profissionais, ainda sem data definida, redação, inspeção de saúde, teste de aptidão física e curso de formação, que terá início em 14 de abril, conforme cronograma. TRT-17 São 23 vagas efetivas mais cadastro reserva para níveis médio e superior com salários de R$ 4.635,03 a R$ 9.188,20. Quem é graduado disputa as oportunidades no cargo de analista judiciário nas especializações administrativa, contabilidade, apoio especializado - arquivologia, biblioteconomia, engenharia civil, engenharia elétrica, estatística, medicina, psicologia e tecnologia da informação e judiciária (oficial de justiça avaliador federal). Já quem concluiu o ensino médio, concorre às chances de técnico judiciário na área administrativa com especialidade em tecnologia da informação. Interessados devem se inscrever pelo site http://www.cespe.unb.br/concursos/trt17_. As taxas são de R$ 60 para cargos de nível médio e R$ 80 para chances de nível superior. O Centro de Seleção e Promoção de Eventos Universidade de Brasília (Cespe/UnB) é a banca organizadora. Os salários para os cargos de analista judiciário são de R$ 7.566,42 com exceção da especialização de oficial de justiça avaliador federal, que conta com vencimentos de R$ 9.188,20. Já para os postos de técnico judiciário, a remuneração é de R$ 4.635,03. O certame será composto por duas provas objetivas (conhecimentos gerais e específicos) e redação para candidatos de nível superior em 15 de dezembro. O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. TCE/ES Na seleção são oferecidas 21 vagas ao cargo de analista administrativo. Podem concorrer graduados em administração, economia, arquitetura, arquivologia, biblioteconomia, ciências contábeis, direito e informática. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) é a banca organizadora. A remuneração oferecida é de R$ 3.954,08, para jornada de trabalho de 40 horas semanais. Interessados devem se inscrever pelo site www.cespe.unb.br/concursos/tce_es_13_analista. O valor da taxa custa R$ 105. Cinco por cento das vagas são destinadas aos candidatos com deficiência. A seleção será composta de provas objetivas, previstas para serem aplicadas em 1º de dezembro, e avaliação de títulos. As etapas e a perícia médica dos candidatos que se declararem com deficiência serão realizadas na capital Vitória. Entre os conhecimentos básicos que cairão na avaliação objetiva estão língua portuguesa, noções de informática, ética no serviço público, legislação de interesse do TCE/ES e raciocínio lógico. Também serão cobrados conhecimentos específicos em cada área.

PESQUISA DE CONCURSOS