Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Metrô/DF retifica edital de concurso com 232 vagas

26/12/2013 14:19

Duas semanas após o lançamento do edital de abertura do concurso da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô/DF), a banca - o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) - divulgou, nesta quinta-feira (26/12), a primeira retificação do documento. Agora, quem tem graduação em arquitetura e registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) também pode concorrer ao cargo de engenheiro de segurança do trabalho e não apenas graduados em engenharia, como antes. Veja aqui a retificação em sua íntegra. Na seleção, ao todo, a oferta é de 232 vagas imediatas mais formação de cadastro reserva. As chances são para níveis médio e superior, com salários que variam de R$ 2,9 mil a R$ 7 mil. Em nível superior, as oportunidades são para os cargos de analista metroferroviário em duas áreas: administrativa (nas funções de administrador, advogado, analista de sistemas, arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, médico do trabalho, pedagogo e psicólogo); e área técnica (para engenheiro - ambiental, civil, de controle de qualidade, de segurança do trabalho, eletrônico, eletricista, mecânico e de telecomunicações). O salário é de R$ 6.480 para a área administrativa e R$ 7.020 para a técnica. Ambas com jornada de 40 horas semanais de trabalho. Quem tem nível médio entra na disputa pelos postos de profissional de suporte metroferroviário, na ocupação de assistente administrativo, com salário de R$ 3.240; técnico metroferroviário, nas funções de técnico (em contabilidade, informática, edificações, eletrônica, eletrotécnica, estradas, mecânica, segurança do trabalho e telecomunicações), com remuneração de R$ 3.450; operador de transporte metroferroviário, com vencimento de R$ 3.240; e profissional de segurança do trabalho, com salário de R$ 2.916 para ocupação de segurança metroferroviário. Todos os cargos têm carga horária de 40 horas. Interessados poderão se inscrever entre 10 de janeiro e 26 de fevereiro de 2014, pelo site www.iades.com.br. As taxas custam R$ 38, R$ 48 e R$ 58, de acordo com o cargo pretendido. Do total de chances, vinte por cento são reservadas a pessoas com deficiência. No certame haverá provas objetivas e discursivas, nas datas previstas de 13 e 20 de abril, teste de aptidão física, avaliação psicológica, curso de formação e avaliação de títulos. No primeiro exame serão exigidos conhecimentos básicos (língua portuguesa, raciocínio lógico e matemático, legislação aplicada aos empregados do Metrô/DF, microinformática, atualidades) e conhecimentos específicos.

PESQUISA DE CONCURSOS