Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Empresa de Pesquisa Energética, do MME, retifica concurso com 343 vagas

05/02/2014 10:06

Vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) retificou o edital de abertura do concurso que oferta 343 oportunidades para formação de cadastro reserva. As alterações são quanto às formações exigidas para determinados cargos. O posto de analista de gestão corporativa - na área de finanças e orçamento - que antes exigia formação em administração ou ciências econômicas, agora aceita também profissionais formados em ciências contábeis. A função de analista de pesquisa energética - na área de meio ambiente/análises ambientais - que exigia apenas formação em engenharia ou geografia, aceita também bacharéis em gestão ambiental e ciências ambientais. Por último, o posto de analista de pesquisa energética - na área de meio ambiente/geoprocessamento/meio físico - aceita agora, além de bacharéis em engenharia, geografia e geologia, bacharéis em gestão ambiental e ciências ambientais. Interessados poderão se inscrever até o dia 11 de fevereiro, pelo site da banca organizadora, a Fundação Cesgranrio. A taxa custa R$ 45 e R$ 90. Cinco por cento das vagas são destinadas a pessoas com deficiência. Em nível superior, são 279 oportunidades para advogado, analista de gestão corporativa e analista de pesquisa energética para nível superior. O salário é de R$ 8.445,75. Podem concorrer graduados em direito, administração de empresas, ciências contábeis, ciências econômicas, administração pública, engenharia, matemática, agronomia, geografia, antropologia, entre outros. Para o posto de analista de gestão corporativa - área de atuação tecnologia da informação - graduados em qualquer curso podem entrar na disputa. Quem tem nível médio pleiteia 64 vagas ao cargo de assistente administrativo. A remuneração é de R$ 2.345,15 para jornada de trabalho de 40 horas semanais. A seleção se dará mediante provas objetivas e discursivas, realizadas em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, no dia 6 de abril. Para nível superior ainda haverá avaliação de títulos.

PESQUISA DE CONCURSOS