Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Agência Espacial Brasileira convoca candidatos às 66 vagas para provas

Há chances para candidatos de nível médio e superior. Salários chegam a R$ 6,3 mil

15/10/2014 10:06

Sílvia Mendonça

A Agência Espacial Brasileira (AEB) publicou a convocação dos candidatos inscritos no certame para realização das provas objetivas e discursivas no próximo domingo (19/10). Os exames serão realizados às 14h, e terão duração de cinco horas. O concurso oferece 66 oportunidades para quem tem nível médio e superior. O documento pode ser conferido no site da banca organizadora, a Cetro Concursos Públicos. Os locais de prova ainda não foram divulgados, nem o número de inscritos.

O cargo de assistente em C&T, que exige 12 anos na área de apoio administrativo, é destinado a pessoas com nível médio. São 12 vagas e salário de R$ 3.607,47. Para nível superior os salários vão de R$ 4,897,58 a R$ 6.308,88. Há o posto de tecnologista pleno, na área de desenvolvimento tecnológico. Concorrem graduados em engenharia, Ciências Exatas e da Terra.

O cargo de analista em C&T é para as áreas de gestão da política espacial gestão administrativa, e destinado a formados em Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Exatas e da Terra, engenharias, ou Ciências Humanas.

Veja aqui o edital.

Polêmica
Concurseiros reclamaram ao CorreioWeb que o concurso estaria direcionado, devido a um cargo na área administrativa exigir experiência mínima de 12 anos. Outros afirmaram que quem conseguisse aprovação seria quem já trabalhou da agência.

Sobre esses questionamentos a assessoria da AEB declarou que o cargo de assistente em C&T exige tantos anos de experiência porque é uma obrigação da Lei no 8.691/93, que dispõe sobre o plano de carreiras para a área de Ciência e Tecnologia, das autarquias e das fundações federais. “Os pré-requisitos exigidos são os da Lei, não tendo qualquer intervenção da AEB”.

Sobre o conteúdo programático exigido dos candidatos, a assessoria da AEB alegou que as disciplinas cobradas são exclusivamente sobre temas de natureza geral, como português e raciocínio lógico, e que são mais específicas quando o cargo exige – analistas terão que saber ciência política, economia, políticas públicas, por exemplo.

AEB ainda esclareceu que foram autorizadas 142 vagas para serem abertas em concurso público, ou seja, um novo certame deverá contemplar as 76 chances restantes.

PESQUISA DE CONCURSOS