Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Rede Sarah, Marina e DPE/RO abrem inscrições para 1.910 vagas nesta segunda

As remunerações variam de R$ 1.587 a R$ 4.459,84. Confira como se candidatar às seleções

02/03/2015 11:54

Sílvia Mendonça

A Associação das Pioneiras Sociais (APS), instituição ligada à Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação, a Marinha e a Defensoria Pública de Rondônia (DPE/RO) abrem, nesta segunda-feira (2/3), as inscrições para 1.910 vagas de níveis fundamental, médio e superior. As remunerações variam de R$ 1.587 a R$ 4.459,84. Confira abaixo como se candidatar em cada uma.

Rede Sarah
São dois processos seletivos. As vagas são destinadas à contratação de quatro novos profissionais para o cargo de técnico em patologia clínica. Os aprovados na seleção regida pelo edital nº 1/2015 irão trabalhar na unidade da Rede Sarah do Rio de Janeiro, e no processo seletivo nº 2/2015, na filial de Brasília.

Para concorrer o candidato precisa ter nível médio completo e curso técnico em análises clínicas ou em patologia clínica. Além disso, é exigido ainda experiência de, pelo menos, seis meses na área. As inscrições podem ser feitas até 11 de março no site www.sarah.br, por meio de pagamento de taxa de R$ 70.

A primeira etapa consiste em prova objetiva e discursiva, prevista para ser aplicada em 26 de abril. Já a segunda é de treinamento constituído por atividades de aprendizagem em situações reais de trabalho, com duração de até quatro meses. Os profissionais em treinamento receberão bolsa de R$ 2.877,30 por mês. Ao término desta fase, os selecionados irão assinar um contrato de trabalho com salário bruto de R$ 4.459,84. A jornada de trabalho é de 44 horas semanais, com dedicação exclusiva.

O candidato aprovado irá realizar atividades como separação e preparo de material biológico para análise local e transporte específico; análises bioquímica, hematológica, imunológica, microbiológica e em amostras de sangue, urina e fezes, dentre outras ações. As seleções são válidas por um ano, mas podem ser prorrogadas por igual período.

Marinha
O edital oferece 1.860 oportunidades para o curso de formação de fuzileiros navais. Além de Brasília, as chances são para atuação no Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, Manaus/AM, Natal/RN, Belém/PA, Rio Grande/RS e Ladário/MS.

Pode participar quem tem nível fundamental, idade entre 18 e 21 anos, e altura entre 1,54m a 2,00m. As inscrições estarão abertas até 30 de março, pelo site www.mar.mil.br/cgcf. A taxa custa R$ 12.

Do total de chances, 372 vagas são reservadas a candidatos negros – não há reserva para deficientes. Haverá provas escritas no dia 26 de maio, inspeção de saúde, teste de suficiência física e exame psicológico.

Os candidatos aprovados no concurso, e classificados dentro do número de vagas, deverão se matricular no curso de formação, na condição de recruta fuzileiro naval, com salário de R$ 642. São 17 semanas de treinamento, a partir de fevereiro de 2016, que será feito em Brasília ou no Rio de Janeiro, em regime de internato e dedicação exclusiva até a formatura. Se aprovado no curso, o candidatos será nomeado Soldado Fuzileiro Naval com remuneração inicial de R$ 1.587 (hum mil, quinhentos e oitenta e sete reais).

Defensoria Pública/RO
O certame oferece 106 oportunidades para nível médio e superior. Do total de chances, 86 são para o cargo de técnico e 20 para analista. A Fundação Getúlio Vargas é a banca responsável pela seleção. As inscrições vão ser aceitas até 30 de março, pelo site www.fgv.br/fgvprojetos. Dez por cento das vagas são reservadas a pessoas com deficiência. As taxas vão de R$ 72 a R$ 92.

São 12 especialidades para analistas: contabilidade, redes e comunicação de dados, programação, administração, assistência social, economia, engenharia, jornalismo, publicidade e propaganda, redação, psicologia, e na área jurídica. Para esses casos o salário base é de R$ 4.260,66.

E para técnico são oferecidas sete especialidades: motorista, oficial de diligência, técnico administrativo, técnico em artes gráficas, em audiovisual, em contabilidade e em informática. A remuneração básica é de R$ 2.245,48.

Todos os candidatos passarão por provas objetivas no dia 24 de maio; quem concorre ao posto de analista ainda fará prova discursiva. Todas as fases serão realizadas em Porto Velho.

PESQUISA DE CONCURSOS