Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Ministério Público pede anulação dos concursos para PMGO e CBMGO

Na ação, o promotor sustenta irregularidade, ilegalidade e inconstitucionalidade

07/12/2016 15:13 | Atualização: 07/12/2016 15:25

Do CorreioWeb

Reprodução/PMGO
 

O Ministério Público de Goiás (MPGO) entrou com pedido de anulação dos editais para os concursos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do estado, além de suspensão do provimento de vagas. Na ação, o promotor afirma que a criação da graduação de soldado de terceira classe é ilegal, irregular e inconstitucional.


A Polícia Militar de Goiás (PMGO) está ofertando 2.500 oportunidades de nível superior, divididas entre os cargos de soldado de terceira classe (2.420 vagas) e cadete (80 vagas). As remunerações iniciais vão de R$ 1.500 a R$ 5.401,43

 

Já a seleção do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) oferece 290 vagas de nível superior. Para soldados de terceira classe, são 250 oportunidades, com salários de R$ 1.500. Já para o cargo de cadete, o salário é de R$ 5.401,43 e são 40 chances.

 

Com informações do Ministério Público de Goiás


PESQUISA DE CONCURSOS