Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Inscrições para o concurso do Ministério da Saúde encerram nesta quinta-feira

São 102 vagas para cargos de nível superior

04/01/2017 15:56 | Atualização: 09/01/2017 14:42

Do CorreioWeb

Bruno Peres/CB/D.A Press
O concurso do Ministério da Saúde encerra as inscrições para o concurso de nível superior nessa quinta-feira (05/01) às 23h59. As 102 vagas são para atuar nos 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei) da Secretaria Especial de saúde Indígena, e os cargos são de administrador (34), analista técnico de políticas sociais (34) e contador (34).

 

Entre as oportunidades, 20% são reservadas para candidatos negros e 5% para pessoas com deficiência. O Posto de analista técnico de políticas sociais pode ser ocupado por pessoas com diploma de qualquer curso de nível superior, os demais exigem certificados específicos. A remuneração inicial é de R$ 4.787,27 para administrador e contador, e de R$ 5.744,88 para analista técnico de políticas sociais.

em 25 de novembro o edital sofreu uma alteração. A principal mudança foi sobre a exigência de registro profissional no órgão de classe competente, que passou a não ser mais obrigatória para o cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais. Com isso, o prazo para requerimento de isenção da taxa de inscrição foi reaberto. Confira aqui a retificação.

No ato da inscrição, os interessados devem informar o cargo pretendido e o Distrito Sanitário Especial Indígena em que deseja atuar: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Tocantins. A carga horária para todos os cargos será de 40 horas semanais.

 

 

 

O certame avaliará os concurseiros por meio de provas objetiva e discursiva. Haverá uma segunda fase, de caráter classificatório, para os aprovados no cargo de analista técnico de políticas sociais, em que serão avaliados títulos; nessa etapa, é possível obter até 10 pontos a mais no concurso.

A prova discursiva pedirá que o candidato escreva um texto de 20 a 30 linhas, em que serão avaliados aspectos textuais (bom uso da língua portuguesa) e aspectos técnicos — pertinência em relação ao tema. A avaliação objetiva é constituída de 50 questões de múltipla escolha com cinco opções cada, de língua portuguesa (5), raciocínio lógico (5), conhecimentos gerais (15) e conhecimentos específicos (25).

O que diz o edital:

Concurso público do Ministério da Saúde para lotação nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas

Inscrições: até 5 de janeiro de 2017 pelo site www.idecan.org.br
Taxa: R$ 67
Vagas: 102 vagas
Salário: R$ 4,7 mil (administrador e contador) e R$ 5,7 mil (analista técnico de políticas sociais)
Provas: 19 de fevereiro nos turnos matutino (administrador e contador) e vespertino (analista técnico de políticas sociais)
Locais de prova: 27 capitais do Brasil


PESQUISA DE CONCURSOS