Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Ano novo, vida nova. Saiba como organizar os estudos

Professor especialista dá dicas de organização e explica como fazer um cronograma de estudos

09/01/2017 09:23 | Atualização: 09/01/2017 13:08

Beatriz Fidelis - Especial para o Correio

kleber sales/CB/D.A Press
Ano novo, novas metas, objetivos atualizados. Várias promessas e muita determinação. Os sonhos podem até ser os mesmos de antes, mas a virada do ano renova também as energias para quem quer alcançar os objetivos e fazer com que os sonhos se tornem realidade. Por isso, agora é uma boa hora para organizar os estudos. Anderson Ferreira, coordenador de um cursinho preparatório para concursos públicos em Brasília, ensina uma planilha para quem quer colocar a preparação para o concurso em dia. Confira.

 

 

 

1. Crie um cronograma que contenha os dias da semana e dos meses;

 


“O aluno deve organizar seus estudos a partir de uma planilha, de um cronograma de estudo e esse cronograma deve conter ali os dias da semana e ele deve dividir as disciplinas ou fragmentar as disciplinas de acordo com os dias da semana”, explica o professor Anderson.

2. Divida as disciplinas de acordo com os dias da semana.

 

Por exemplo:

Segunda-feira – Direito Constitucional, Português e Informática;

Terça-feira – Direito Administrativo, Raciocínio Lógico e Gestão de Pessoas, assim por diante;


3. Separe os ciclos de disciplinas de forma que dentro de no máximo três dias as disciplinas do primeiro dia sejam revisadas novamente; 


O professor Anderson Ferreira esclarece: “Ele vai dividir as disciplinas nos dias da semana de maneira tal que dentro de três dias, no máximo, ele consiga vencer todo o ciclo daquelas disciplinas, pra no quarto dia de estudo ele já estar repetindo aquele primeiro dia com aquelas primeiras disciplinas”.


4. Em cada dia de estudos separe um tempo para aprender ou revisar a matéria e um tempo para fazer exercícios;

 

5. No caso de já não sentir mais necessidade de revisar, faça apenas exercícios;
 

“É como se estuda qualquer coisa na vida: você lê a teoria, aprende, ou revisa ela e depois pratica em exercícios. Até chegar a um nível em que o candidato vai só resolver exercícios. Quando ele se cansar de revisar aquela teoria ou quando ele perceber que não há mais necessidade de revisar teoria ele dedica todo o tempo daquela disciplina, naquele dia da semana, só à resolução de exercícios”, defende o professor.


6. Adapte o seu cronograma às necessidades de trabalho e ao tempo disponível para o estudo;


7. Não se esqueça de deixar um tempo livre para o lazer, os exercícios físicos e a família;


“O concursando não pode esquecer que ele é um ser humano. Então é muito importante um ponto de equilíbrio, porque muita gente se dedica cem por cento aos estudos e isso gera uma pressão, uma cobrança desnecessária que na hora da prova atrapalha. Sem contar que a nossa mente, o nosso corpo tem limite e esse limite deve ser respeitado. Por isso uma atividade física, um pouco de lazer, uma confraternização com a família são importantes para liberar a tensão, ter mais disposição física, mental, e ter uma melhor absorção de conteúdo durante os estudos”, finaliza o especialista.


PESQUISA DE CONCURSOS