Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Com salários de até R$ 8 mil, seleções de tribunais chamam atenção de concurseiros

Oportunidades em tribunais garantem salários iniciais altos, de R$ 4 mil a R$ 8 mil, além de benefícios. Com vários certames que podem ser abertos em 2017, especialistas aconselham candidatos a iniciar logo os estudos

27/03/2017 09:13 | Atualização: 27/03/2017 09:53

Talita de Souza *

Ed Alves/CB/D.A Press
Julgamento no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios
Ser servidor público em um tribunal — seja federal ou estadual, da justiça, do trabalho ou eleitoral — é uma boa opção para quem deseja estabilidade e qualidade de vida. Os órgãos do poder judiciário oferecem média salarial inicial de R$ 4 mil para técnicos de ensino médio, e R$ 8 mil para analistas com ensino superior; carga horária reduzida, de seis a sete horas diárias; além de benefícios como auxílio-alimentação (R$ 900 em média), plano de saúde, estrutura médica dentro do local de trabalho e, em alguns locais, até creches. Para juiz, os salários iniciais são de R$ 22 mil.


Os concurseiros interessados devem começar a se preparar o quanto antes, visto que o cenário de oportunidades para 2017 está farto — há 210 vagas abertas e outras 2.917 previstas, segundo a Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac). O oficial de Justiça do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) Fabrício Rêgo, que também é professor do curso Estratégia Concursos, afirma que atuar em tribunal em um cargo de ensino médio é vantajoso se comparado ao cargo que exige ensino superior. “O aprovado pode conseguir uma função comissionada. Além disso, a remuneração de nível médio também é boa”, disse.

Com tantos privilégios, as seleções que garantem um posto em tribunais exigem uma preparação adequada, com muito empenho. A orientação geral de especialistas em certames da área é começar a estudar antes mesmo de o edital ser divulgado, de forma que as matérias básicas deste tipo de concurso, — português, direito constitucional, direito administrativo e informática — estejam bem resolvidas e entendidas pelo candidato. Desta forma, o concurseiro só se preocupará em estudar as disciplinas específicas quando o certame for oficialmente lançado.

Para conseguir uma vaga

Foco e determinação são habilidades que devem ser desenvolvidas pelo canditato que pretende ser servidor de um de tribunal, diz Flávia Bahia, professora do curso de direito constitucional no CERS Cursos Online. Com 13 anos de experiência em concursos, ela afirma que o sonho de ter uma vaga pode demorar meses e até anos, mas é totalmente possível de ser realizado (leia mais na página 9).

Vou chegar lá

Charley Gomes, 29 anos, é concursado dos Correios há cinco anos, mas quer ser servidor de um tribunal. “A remuneração é atraente para ensino médio. Além disso, eles nomeiam mais pessoas do que as vagas disponibilizadas, e os conteúdos básicos são semelhantes. Assim, estudando para um, estudo para muitos”, conta. O foco atual do concurseiro é o Tribunal Superior do Trabalho, e, para ter sucesso na seleção, Charley reserva de três a quatro horas diárias de estudo, de segunda a sábado, durante as noites, com auxílio de um cursinho a distância.

* Estagiária sob supervisão de Ana Sá


Concursos abertos

Tribunal de Justiça de São Paulo
Vagas: 206
Cargos: assistente
social judiciário e psicólogo
judiciário
Salário: R$ 6.010,24

Tribunal de Justiça de Santa Catarina

Vagas: 5
Cargo: juiz substituto
Salário: R$ 22.521,20

Concursos prováveis

Tribunais superiores

Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Cargos: Analista e técnico judiciário
Vagas: 670
Salário: indefinido

Tribunal Superior Eleitoral
Cargos: analista e técnico judiciário
Vagas: indefinido
Salário: indefinido

Tribunal Superior do Trabalho (TST)
Cargos: Analista e técnico judiciário
Vagas: indefinido
Salário: analista — até R$ 13.399,17 / técnico — R$ 8.535,24

Supremo Tribunal Militar (STM)

Cargo: analista e técnico judiciário
Vagas: 240
Salário: indefinido

Tribunal Regional Federal

DF, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão e Mato Grosso
Vagas: 218
Cargo: juiz federal
Salário: indefinido

Tribunal de Contas Estaduais

Distrito Federal (TCDF)
Cargos: vários para ensino superior e médio
Vagas: 43
Salário: até R$ 17.177,53

São Paulo (TCE/SP)
Cargo: agente de fiscalização financeira e assistente técnico de gabinete
Vagas: 42
Salário: R$ 8.001,19

Paraíba (TCE/PB)
Cargo: auditor
Vagas: 40
Salário: R$ 14,5 mil

Pernambuco (TCE/PB)
Cargo: técnico e auditor fiscal
Vagas: indefinido
Salário: técnico — R$ 14.941,86/ auditor fiscal — 17.106,96

Bahia (TCE/BA)
Cargo: auditor de controle externo e agente de controle externo
Vagas: 24
Salário: até R$ 16 mil

Rio de Janeiro (TCM/RJ)
Cargo: auditor de controle externo
Vagas: 13 + cadastro de reserva
Salário: R$ 13.867,05

Tribunal Regional do Trabalho


6ª Região — Pernambuco

Cargos: analista e técnico judiciário
Vagas: 128
Salário: indefinido

12ª Região — Santa Catarina
Cargos: analista e técnico judiciário
Vagas: indefinido
Salário: indefinido

1ª Região — Rio de Janeiro

Cargos: analista e técnico judiciário
Vagas: 218
Salário: Técnico: R$ 7.893/ Analista: R$ 11.007

5ª Região — Bahia

Cargos: analista e técnico judiciário
Vagas: 432
Salário: Técnico: R$ 5.635,92/ Analista: R$ 8.803,97

10ª Região — Distrito Federal

e Tocantins
Cargos: analista
Vagas: 48
Salário: R$ 10.548,68

18ª Região — Goiás
Cargos: analista
Vagas: Cadastro de reserva
Salário: até R$ 12 mil

Tribunal de Justiça

Pernambuco
Cargos: analista, técnico e oficial de justiça
Vagas: 60
Salário: Técnico: R$ 4.102,39/ Analista: R$ 5.215,28

Paraíba
Vagas: 30
Cargo: Juiz leigo

Minas Gerais
Cargos: oficial de apoio judicial e
oficial judiciário
Vagas: Cadastro de reserva
Salário: R$ 3.323,54

Rio de Janeiro
Cargos: analista e técnico
Vagas: indefinido
Salário: analista — R$ 7.324,89 / técnico — R$ 4.821,06

Rondônia
Cargos: analista e técnico
Vagas: 154
Salário: indefinido

Alagoas
Cargos: analista, técnico e auxiliar
Vagas: indefinido
Salário: analista — R$ 9 mil / técnico — R$ 4.339,20 / auxiliar — R$ 2.493,39

Paraná
Cargos: analista e técnico
Vagas: indefinido
Salário: analista — R$ 7.188,48 / técnico — R$ 5.516,51

Roraima
Cargos: técnico e oficial de justiça
Vagas: indefinido
Salário: até R$ 5.313,01

São Paulo I
Cargos: escrevente
Vagas: 188
Salário: até R$ 5.697,18

São Paulo II
Cargos: juiz substituto
Vagas: 150
Salário: R$ 28.818,71

Tribunal Regional Eleitoral

Bahia
Cargos: analista e técnico
Vagas: indefinido
Salário: analista — R$ 11.921 / técnico — R$ 7.893

Tocantins
Cargos: analista e técnico
Vagas: 9
Salário: analista — R$ 11.007 / técnico — R$ 7.893

Rio de Janeiro
Cargos: analista e técnico
Vagas: 180
Salário: analista —R$ 11.003,92 / técnico — R$ 7.051,99

Mato Grosso do Sul
Cargos: analista e técnico
Vagas: indefinido
Salário: analista —R$ 11.003,93 / técnico — R$ 7.051,99

Santa Catarina
Cargos: analista e técnico
Vagas: indefinido
Salário: analista —R$ 10.595,13/
técnico — R$ 6.793,02

Paraná
Cargos: analista e técnico
Vagas: indefinido
Salário: analista — até R$ 12 mil / técnico — até R$ 8 mil

Ceará

Cargos: analista e técnico
Vagas: 12
Salário: analista — R$ 10.620,24 / técnico — R$ 6.818, 15

Rio Grande do Norte
Cargos: analista e técnico
Vagas: indefinido
Salário: analista —R$ 7.792,30 / técnico — R$ 4.749,33

Espírito Santo
Cargos: analista e técnico
Vagas: 9 Salário: indefinido

Tocantins

Cargos: analista e técnico
Vagas: 9 cadastro de reserva
Salário: analista —R$ 10.992,07 / técnico — R$ 7.044,75

Alagoas
Cargos: analista e técnico
Vagas: indefinido
Salário: indefinido

PESQUISA DE CONCURSOS