Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Secretaria de Educação do MA abre seleção pública com 674 vagas

As inscrições são aceitas até 14 de junho

08/06/2017 13:38 | Atualização: 08/06/2017 15:38

Do CorreioWeb

A Secretaria de Educação do Maranhão (Seduc/AM) lançou um processo de seleção pública para preenchimento de 674 vagas de coordenadores de turmas e alfabetizadores. O objetivo é atender as necessidades do projeto Jornada de Alfabetização no Maranhão - “Sim, eu posso”. A seleção é organizada pela Fundação Sousaândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA (FSADU).


O processo será realizado em uma etapa única, onde ocorrerá a inscrição e a avaliação de títulos e experiências em programas de alfabetização de jovens, adultos e idosos. As inscrições podem ser realizadas até 14 de junho, entre 8h e 12h e das 13h às 17h, nos municípios de Afonso Cunha, Marajá do Sena, Água Doce do Maranhão, Milagres do Maranhão, Aldeias Altas, Santa Filomena do Maranhão, Belágua, Santana do Maranhão, Governador Newton Bello, São João do Carú, Itaipava do Grajaú, São Raimundo do Doca Bezerra, Jenipapo dos Vieiras, São Roberto, Lagoa Grande do Maranhão. Não há taxa de inscrição.

Ao se inscrever, o candidato precisa levar os documentos que comprovam seus títulos, original e cópia. A autenticação será realizada pela Fundação Sousândrade. A comprovação de experiência profissional poderá ser feita mediante apresentação de cópia de documentos de carteira de trabalho ou registros de contrato de trabalho acompanhados de cópia do último recibo de salário.

Vagas

Das 674 vagas, 587 são para os alfabetizadores, cuja função é ensinar os jovens a partir de 15 anos, adultos e idosos a aprenderem a ler e a escrever, além de participar da formação pedagógica, planejar as aulas e zelar pela frequência e continuidade de estudos de todos os alfabetizandos. A bolsa para essa função é de R$ 600 e é necessário ter nível médio.

Para os coordenadores de turma são 87 vagas com remuneração de R$ 900. É preciso ter ensino superior completo ou incompleto. Eles precisarão conhecer e orientar adequadamente a utilização dos instrumentais de ensino-aprendizagem do método de alfabetização proposto, apoiar o alfabetizador nas visitas aos alfabetizandos que se fizerem ausentes por mais de cinco dias, visando seu retorno e continuidade dos estudos e realizar o acompanhamento sistemático das turmas, além de orientar o alfabetizador sobre a preparação do ambiente educativo, assegurando o funcionamento adequado dos equipamentos eletrônicos que dão suporte às atividades diárias.

PESQUISA DE CONCURSOS