Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Após decretar calamidade, Rio Grande do Norte abre concurso com 1.000 vagas para PM

Do total de vagas, que são de nível médio, 938 chances são destinadas ao sexo masculino e 62 ao sexo feminino

16/01/2018 11:51 | Atualização: 16/01/2018 13:33

Mariana Fernandes

PMRN/Divulgação
A Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte divulgou, no Diário Oficial desta terça-feira (16/1), a abertura de um novo concurso público para provimento de vagas do quadro de praças. São 938 chances destinadas ao sexo masculino e 62 ao sexo feminino. A abertura do concurso acontece poucos dias após policiais e bombeiros do estado anunciarem que voltariam ao trabalho depois de se recusarem a sair às ruas devido a más condições de trabalho. O Rio Grande do Norte chegou a decretar estado de calamidade na segurança pública, que ainda valerá por 180 dias.


Durante o curso de formação, o aluno-soldado receberá uma bolsa de estudo de remuneração mensal no valor de R$ 954. Após o ingresso, o salário passa a ser R$ 2.904. 

As vagas são de nível médio. Para concorrer, é necessário também ter, no mínimo, 1,65 m de altura (sexo masculino) e 1,60m (sexo feminino). Além isso é preciso ter 19 anos de idade e no máximo 30, completos até 31 de dezembro de 2018.
O Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo ( Ibade) é responsável pela organização do certame. 

As inscrições estarão abertas a partir de 17 de janeiro e seguem até 8 de fevereiro, por meio do site do Ibade. O valor da inscrição será de R$ 100. 

O concurso será composto por prova objetiva, exames de saúde, investigação social, exame de avaliação do condicionamento físico e curso de formação. 

A prova objetiva será realizada nos municípios do Estado do Rio Grande do Norte: Natal, Mossoró e Caicó, conforme opção do candidato no ato da inscrição, na data provável de 4 de março. . As demais etapas serão realizadas somente em Natal/RN.

Serão cobrados conteúdos de língua portuguesa, matemática e raciocínio lógico, geografia do Brasil e do Rio Grande do Norte, noções de direito constitucional, noções de direito pelal militar, noções de direito penal, noções de legislação extravagante, noções de informática e legislação específica da polícia militar.  

O prazo de validade do concurso é de dois  anos, a contar da data da publicação da homologação de seu resultado final, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período.

PESQUISA DE CONCURSOS