Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

ANTT aguarda autorização de 379 vagas para abrir concurso público

O pedido é para vagas de níveis médio e superior. Os salários das vagas solicitadas variam de R$ 7.016,67 a R$ 15.058,12

23/08/2018 10:10 | Atualização: 23/08/2018 10:21

Mariana Fernandes

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) enviou ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPA) solicitação de 379 vagas para abrir um novo concurso. Do total pedido, 60 são para o cargo de especialista em regulação de serviços de transporte terrestres, 198 para técnico em regulação de serviços de transportes terrestres, 35 de analista administrativo e 86 para técnico administrativo. No entanto, até o momento não obtiveram posicionamento do Ministério a respeito da autorização. Os salários destes cargos variam de R$ 7.016,67 a R$ 15.058,12. 

A lei que criou a ANTT, órgão que regulamenta as prestações de serviços de transportes terrestres e atividades referentes à exploração de ferrovias e rodovias federais, estabelece o quantitativo de 1.705 cargos na Agência, sendo 590 para especialista em regulação de serviços, 860 para técnico em regulação de serviços, 105 para analista administrativo e 150 para técnico administrativo.

No momento, segundo a assessoria de comunicação do órgão, são 968 servidores de carreira, o que equivale a 56,7% do total estabelecido na lei de criação. 

Leia também: Ministério do Trabalho solicita 2.873 vagas para concurso público


Espera 


No ano passado, a Agência já havia solicitado 720 vagas ao Planejamento, distribuídas nos cargos de analista administrativo (45), técnico administrativo (52) especialista em regulação de serviços de transportes terrestres (316) e técnico em regulação de serviços de transportes terrestres (307).

Em 2016 a agência também enviou um pedido de realização de certame, mas não obteve sucesso. Foram requeridas 670 vagas, sendo 218 para técnico em regulação, 303 para especialistas em regulação, 45 para técnico administrativo e 41 para analista administrativo. 

O último concurso da área ocorreu em 2013, quando foram ofertadas 135 vagas de nível médio e superior, sendo 130 com lotação em Brasília/DF. Os salários variaram de R$ 4,760,18 a R$ 10.019,20. O certame contou com prova objetiva e discursiva, redação e avaliação de títulos, além de curso de formação para os que foram aprovados na função de especialista em regulação de serviços terrestres. A validade do certame expirou no fim de 2015. Na época, 18.514 pessoas se candidataram aos cargos, o que corresponde a uma concorrência média geral de 135 candidatos por vaga.

PESQUISA DE CONCURSOS