Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

Receita Federal abre seleção para peritos na Alfândega de Recife

Serão 34 vagas para nove cargos que serão escolhidos por meio de pontuação de critérios

03/10/2018 09:00 | Atualização: 03/10/2018 11:03

Do CorreioWeb

Gustavo Moreno/CB/D.A Press
A Alfândega da Receita Federal do Brasil em Recife, Pernambuco, abriu novo processo seletivo para o credenciamento de 34 profissionais para o cargo de perito técnico. A função consiste na prestação de serviço de perícia para identificação e quantificação de mercadoria importada e a exportar, e emissão de laudos técnicos sobre o estado e o valor residual de bens.

 

As oportunidades são para graduados nas áreas da arqueação de navios (10), avaliação de obras de arte e antiguidades (2), engenharia civil (2), engenharia elétrica (2), engenharia eletrônica (2), engenharia mecânica (8), engenharia naval (2), engenharia química (4) e gemologia (2).

 

A inscrição poderá ser feita no período do dia 15 a 26 de outubro, das 9h às 11h30, no CAC Aduaneiro, localizado na Inspetoria da Receita Federal do Brasil no Aeroporto Internacional dos Guararapes, situado no Terminal de Cargas (TECA), à Praça Ministro Salgado Filho, s/nº, Imbiribeira, Recife/PE.

 

É necessária a comprovação da experiência profissional mínima de dois anos na área técnica pretendida, junto com o atestado do órgão regulador do exercício profissional e o certificado de conclusão dos cursos de especialização pertinentes à área, com carga horária superior a 60 horas.

 

Somente serão aceitas as inscrições de candidatos com domicílio no âmbito da 4ª Região Fiscal, a qual compreende os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Será considerado como domicílio do candidato apenas o endereço constante na base de dados do sistema CPF da Secretaria da Receita Federal do Brasil.

 

O processo seletivo

 

A seleção tem como fins classificatórios a soma de pontos de cada ano de experiência ou curso atuado, sendo os critérios:

 

  • tempo de atuação como perito credenciado pela unidade local;
  • tempo de experiência como empregado ou autônomo na área específica;
  • conclusão de curso diretamente relacionado à área de atuação;
  • curso de pós-graduação lato sensu, na área específic;a
  • curso de pós-graduação stricto sensu, na área específica;
  • curso de especialização na área específica com carga horária superior a 60 horas/aula.

 

A seleção é para atuação por até dois anos, prorrogável uma única vez, por igual período. Os aprovados exercerão o cargo a título precatório e sem vínculo empregatício com a Receita Federal do Brasil.

 

O resultado final, após a análise de recursos, será publicado dia 14 de novembro no Diário Oficial e no site da Receita Federal.


PESQUISA DE CONCURSOS