Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

Vai fazer o concurso da PRF? Teste seus conhecimentos em informática

Responda questões sobre segurança da informação, um dos temas mais cobrados pelo Cebraspe

24/12/2018 08:00

Lorena Pacheco

Helio Montferre/Esp. CB/D.A Press
Dia 3 de fevereiro de 2019 está cada vez mais perto. A data será marcada pela aplicação das provas do, mais que aguardado, concurso público da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que abriu 500 vagas com salário inicial de R$ 9.473,57. O concurso será composto por duas etapas: a primeira com prova objetiva, discursiva, exame de capacidades físicas, avaliação de saúde, psicológica e de títulos. Já a segunda é o curso de formação profissional.


A prova será elaborada pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e terá duração de 4h30 minutos no turno vespertino. Segundo o edital, entre os conteúdos que exigidos na prova objetiva estão língua portuguesa, raciocínio lógico e matemático, informática, noções de física, ética no serviço público, geopolítica brasileira, história da PRF, legislação de trânsito, e noções de direito.

Segundo o professor Deodato Neto, quem pretende começar os estudos agora tem que focar nas matérias básicas, como informática, matemática e português, e “arrebentar” na específica, ou seja, legislação de trânsito. Ainda de acordo com o professor, na reta final é muito importante focar em exercícios diários, fazer questões do Cebraspe com o conteúdo programático, e procurar fazer simulados para estar bem preparado.  Sobre a sua especialidade, a informática, Deodato aconselha que o candidato foque no conteúdo sobre segurança da informação, pois é o mais cobrado pela banca. Para tanto, o especialista elaborou, respondeu e comentou as questões abaixo sobre o tema. Teste-se:

Julgue os itens em falso ou verdadeiro 

  1. Para realizar upload de arquivos, é necessário utilizar programa específico, que possua recurso de detecção de vírus, visto que, dessa forma, se evita a contaminação do computador.

  2. A fim de se preservar a integridade, a confidencialidade e a autenticidade das informações corporativas, é necessário que os empregados e os contratados do órgão sejam treinados, de forma que se conscientizem da importância da segurança da informação e se familiarizem com os procedimentos adequados na ocorrência de incidentes de segurança.

  3. É necessário sempre que o software de antivírus instalado no computador esteja atualizado e ativo, de forma a se evitar que, ao se instalar um cookie no computador do usuário, essa máquina fique, automaticamente, acessível a um usuário intruso (hacker), que poderá invadi-la.

  4. Confidencialidade, disponibilidade e integridade da informação, que são conceitos importantes de segurança da informação em ambiente digital, devem estar presentes na gestão e no uso de sistemas de informação, em benefício dos cidadãos e dos fornecedores de soluções.

Gabarito

  1. F - O antivírus é um recurso que pode ser utilizado ou não, claro que sem o antivírus o computador fica vulnerável.

  2. V – As empresas investem quantias fantásticas em segurança da informação, principalmente na conscientização dos usuários.

  3. F – Antivírus é um recurso que pode ser utilizado ou não, então o necessário deixa a questão falsa.

  4. V – Para uma mensagem ser classificado como segura precisa manter os aspectos de confidencialidade que é o sigilo (Criptografia), integridade que é a garantia que as informações não foram alteradas (assinatura digital) e a disponibilidade que é a garantia que as informações estejam disponíveis quando necessário (backup). 

PESQUISA DE CONCURSOS