Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

PMSP lança edital de concurso com 2.700 vagas de nível médio

A remuneração básica inicial é de R$ 3.164,58

29/04/2019 09:15 | Atualização: 29/04/2019 09:47

Lorena Pacheco

Divulgação/PMSP
A Diretoria de Pessoal da Polícia Militar de São Paulo (PMSP) publicou edital de abertura do novo concurso público da corporação. De acordo com o regulamento, são oferecidas 2.700 vagas para soldado PM de 2ª Classe, destinadas a candidatos de ambos os sexos. A remuneração básica inicial do cargo é de R$ 3.164,58. A Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Fundação Vunesp) é a banca organizadora da seleção. 

Podem participar candidatos com idade entre 17 e 30 anos, estatura mínima de 1,55m se mulher e 1,60m se homem e nível médio de ensino concluído. 

A provas serão aplicadas nas cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba. 

As inscrições poderão ser feitas de 3 de maio a 13 de julho, pelo site www.vunesp.com.br. A taxa custa R$ 50. 

O concurso será composto por provas objetivas, dissertativas, exames de aptidão física, exames de saúde, exames psicológicos, avaliação da conduta social, da reputação e da idoneidade e análise de documentos. 

A prova objetiva será composta pelas disciplinas de matemática (14 itens), conhecimentos gerais (14 itens), noções básicas de informática (seis itens) e noções de administração pública (seis itens). Já a prova discursiva será uma redação. Ambas as etapas serão feitas no mesmo dia em um período não superior a quatro horas, em 28 de julho, à tarde. 

O teste físico será composto por apoio de frente sobre o solo (flexão e extensão de cotovelos), em decúbito ventral, para o público masculino e apoio de frente no solo (flexão e extensão de cotovelos), em decúbito ventral, apoiando os joelhos sobre o banco, para o público feminino; resistência abdominal, em decúbito dorsal (tipo remador); corrida de 50 metros e corrida de 12 minutos. 

As atribuições do cargo são: 

O policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, envolvendo a repressão imediata às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, nas diversas modalidades de policiamento, sempre primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana, em conformidade com os princípios doutrinários de polícia comunitária, de direitos humanos e de gestão pela qualidade, por intermédio da conclusão com aproveitamento do Curso Superior de Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, destinado a formar, com solidez teórica e prática, o profissional ocupante do cargo inicial do Quadro de Praças da Polícia Militar. 
 

PESQUISA DE CONCURSOS