Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

Concurso de diplomata: contrato com a banca organizadora Iades é publicado

Serão abertas 20 vagas para a carreira. O salário atual do cargo é de R$ 18.059,83

05/07/2019 11:10 | Atualização: 05/07/2019 11:17

Mariana Fernandes

Helio Montferre/Esp.CB/D.A Press
O Ministério das Relações Exteriores (MRE) deu mais um passo rumo à abertura do concurso para diplomatas e publicou, no Diário Oficial da União desta sexta-feira (5/7), o contrato com o Instituto de Desenvolvimento Americando (Iades), que será a banca organizadora da seleção. 

Iades foi escolhido em junho, por meio de dispensa de licitação, como organizador do certame. O Instituto será responsável pela prestação de serviços técnico-especializados nas áreas de logística e de composição para a organização do concurso de Admissão à Carreira de Diplomata do ano de 2019. 

O regulamento do concurso já foi publicado. Serão abertas 20 vagas para a carreira, na classe inicial de terceiro-secretário. A primeira fase do concurso consistirá de prova objetiva, de caráter eliminatório, além de provas escritas.

A grande novidade é a adequação ao novo decreto que estabelece regras para concursos públicos federais, já que o prazo de realização da primeira prova, com relação à data de publicação do edital do concurso, será reduzido para dois meses. Segundo a portaria, a redução do prazo se deve à necessidade de que a data de conclusão do concurso seja compatível com o planejamento de atividades do Instituto Rio Branco em 2020.
[FOTO2]

Último concurso

Em 2018 foi realizado o último concurso ofertando 26 vagas na classe inicial de terceiro secretário, sendo reservadas cinco vagas a candidatos negros e duas para candidatos com deficiência. A remuneração inicial é de R$ 18.059,83. O certame foi organizado pelo Instituto Rio Branco (IRBr), com a colaboração do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). Ao todo, 5.594 candidatos estavam inscritos no concurso concorrendo a 26 vagas, uma média de 204 candidatos por vaga. 
 
A seleção foi realizada por três fases. A primeira foi uma prova objetiva composta por 73 questões com disciplinas de conhecimentos de língua portuguesa (10), língua inglesa (9), história do Brasil (11), história mundial (11), política internacional (12), geografia (6), noções de economia (8), e noções de direito e direito internacional público (6).

A segunda etapa consistiu em prova escrita de língua portuguesa e inglesa. Já a terceira houve prova com conteúdos de história do Brasil e geografia, política internacional e noções de economia e noções de direito e direito internacional público, língua espanhola e língua francesa. 

PESQUISA DE CONCURSOS