Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

Coronavírus: Ministério da Saúde espera contratar 5.811 profissionais pelo Mais Médicos

Os participantes do projeto terão direito a uma bolsa-formação no valor de R$12.386,50.

12/03/2020 14:27

Mariana Fernandes

Saúde/TO/Gov/Divulgação
Como plano de ação nacional contra o coronavírus, o Ministério da Saúde publicou dois editais de chamamento público para contratar médicos pelo programa Mais Médicos. A pasta espera contratar 5.811 profissionais. Os participantes do projeto terão direito a uma bolsa-formação no valor de R$12.386,50. A carga de trabalho será de 40 horas semanais. Clique aqui para conferir os editais completos.

As inscrições poderão ser feitas apenas pela internet através do Sistema de Gerenciamento de Programas, acessível no site do Mais Médicos. Somente poderão acessar os médicos que possuam inscrição junto ao Conselho Regional de Medicina no Brasil.

Os médicos com inscrição concluída deverão acessar sistema para proceder a indicação de municípios e/ou Distrito Federal para atuação, sob pena de exclusão do chamamento público. A seleção poderá ter até cinco chamadas para indicação.

Segundo o Ministério, a ideia é que os profissionais cheguem aos municípios até 7 de abril e que 44% das vagas devem atender capitais, onde são esperados mais casos da doença.

Editais

Um dos editais é para chamamento público de médicos formados em instituições de educação superior brasileiras ou com diploma revalidado no Brasil para adesão ao Projeto Mais Médicos pelo período de um ano.

O outro edital visa a renovação da adesão ao projeto pelos médicos interessados também pelo período de mais um ano. O chamamento atende aos municípios e Distrito Federal de todos os perfis, ou seja, beneficia também cidades grandes, onde o ministério da Saúde acredita que a incidência de novos casos de coronavírus deve ser maior. O governo prevê inclusive a contratação de médicos cubanos que seguem no Brasil.

Critérios de regras e classificação

De acordo com o edital, será atribuída pontuação conforme titulação para classificação e escolha da localidade de atuação nas modalidades do Edital, observados os critérios do quadro.

A pontuação pelos títulos acima indicados será computada mediante consulta pela  Secretaria de Atenção Primária à Saúde
às bases de dados dos sistemas oficiais de processamento dos Programas referidos no quadro acima, considerando como data limite para a referida consulta a data de publicação do edital.

Chamamento

A cada chamada, após a confirmação do interesse na alocação, o candidato deverá se apresentar, pessoalmente, no município ou Distrito Federal, para o qual obteve êxito, no período indicado no cronograma, para validação da sua alocação pelo gestor municipal, portando duas vias do Termo de Adesão e Compromisso devidamente assinadas e dos documentos, em original e fotocópia ou em fotocópia
autenticada.

Com informações da Agência Estado.

PESQUISA DE CONCURSOS