Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Bem-vindo, agosto

03/08/2015 17:26

Agosto é o mês de desgosto? Os supersticiosos dizem que sim. Como prova, citam tragédias que aconteceram entre julho e setembro. Uma delas: o suicídio de Getúlio Vargas. Outra: o acidente que matou JK. Mais uma: a batida de carros que roubou a vida da princesa Diana. Os incrédulos não estão nem aí pra crendices. Afirmam que desditas ocorrem em qualquer período. Basta um exemplo: a crucificação de Cristo.

Pelo sim, pelo não, vale a curiosidade. Por que agosto se chama agosto? Agosto se chama agosto por causa da ciumeira. Eis a história: quando nasceu, o calendário tinha 10 meses. Começava em março e terminava em dezembro. Julho, o quinto da fila, foi batizado de quintilis. Em 44 a.C., mudou de nome. Júlio César exigiu que o mês o homenageasse. Quintilis virou julho. “Eu também quero”, gritou Augusto, o sucessor do líder romano. Levou. Sextilis, o sexto na ordem, se tornou agosto.

Por falar em mês...
Nome de mês joga no time dos vira-latas. Substantivo comum, escreve-se com a inicial pequenina (janeiro, fevereiro, março, abril). A maiúscula tem vez? Só nas datas comemorativas: Primeiro de Maio, 21 de Abril, Sete de Setembro.

Primeirão

No calendário como na vida, nem todos são iguais perante a lei. Existem os mais iguais. É o caso do primeiro dia do mês. Só ele exibe o numeral ordinal: 1º de agosto, 2 de setembro, 31 de dezembro.

Calendas
Conhece a expressão ficar pras calendas gregas? Ela se aplica aos que não pagam dívidas nem cumprem promessas. Os romanos festejavam as calendas – 1º dia de todos os meses. Os gregos não estavam nem aí pra virada do calendário. Assim como não temos o dia de São Nunca, eles não tinham calendas.

Menos é mais
Vamos combinar? Em tempos de internet, menos é mais. Faça economia. Deixe pra lá o dígito 0 antes do número referente ao dia do mês: 2 de agosto (não 02 de agosto).

Hoje

Que dia é hoje? A maior parte dos gramáticos manda pôr na mesma cesta horas e dias. Com isso, a resposta fica fácil como andar pra frente. Basta fazer a concordância com o número: Agora é uma hora. Hoje é 1º de janeiro. São duas horas. São 2 de agosto. São 23 horas. São 23 de setembro.

Pouquíssimos mestres aconselham a concordância ideológica. A língua, segundo eles, brinca de esconde-esconde. Como quem não quer nada, oculta a palavra dia. Assim: Hoje é (dia) 2 de agosto.

Limites

Olho no relógio. O dia começa à 0h e termina às 24h. A madrugada se estende da 0h às 4h; a manhã, das 5h às 12h; a tarde, das 12h às 18h; a noite, das 19h às 24h. Atenção, muita atenção! Ao dizer “são 24h”, você fala do fim de um dia. Ao usar 0h, do começo do outro.

Leitor pergunta

Qual forma é a correta: o prazer no sabor ou o prazer do sabor?
Eduardo Borges

São duas estruturas. Ambas corretas. A escolha entre uma ou outra depende do recado que você quer dar:

o prazer no sabor = o prazer ao saborear – prazer no estudar, prazer no partir, prazer no cuidar.

o prazer do sabor = o prazer dele – sabor da fruta, sabor do doce, sabor do churrasco.

PESQUISA DE CONCURSOS