Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

AGU desiste de Esaf e escolhe nova banca para concurso de advogados da União

A seleção com 16 oportunidades para procurador da Fazenda Nacional, contudo, continua sob responsabilidade da mesma organizadora

03/06/2015 10:15

Sílvia Mendonça

Adauto Cruz/CB/D.A Press
Para a surpresa dos concurseiros, a Advocacia-Geral da União (AGU) anunciou a escolha do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) para organizar o próximo concurso com 22 vagas no cargo de advogado da União. Em abril, porém, o órgão já havia divulgado a contratação da Escola de Administração Fazendária (Esaf) como banca da mesma seleção. De acordo com a AGU, a mudança repentina foi necessária, pois, diante de questões internas do Ministério da Fazenda, a Esaf não pôde atendê-la dentro do cronograma fixado para o concurso citado. A Esaf não quis entrar em detalhes sobre o caso.

Já a outra seleção com 16 oportunidades para procurador da Fazenda Nacional continua sob responsabilidade da Esaf. Segundo a AGU, a expectativa é de que o edital do concurso para advogado da União seja publicado ainda no primeiro semestre.

O último edital para o cargo de procurador foi lançado em 2013. Foram 78 vagas. Mais de 14 mil candidatos se inscreveram para receber um salário de R$ R$ 15.719,13. Já para o cargo de advogado da União de 2ª categoria, foram 68 vagas abertas em 2012. A remuneração na época era de R$ 14.970,60. Os concursos foram compostos por provas objetivas, discursivas, oral, sindicância de vida pregressa, avaliação de títulos e programa de formação.

PESQUISA DE CONCURSOS