Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Ministério da Justiça encerra inscrição e Seplag/MG inicia cadastros no fim de semana

Os concursos oferecem, ao todo, 124 oportunidades

24/07/2015 14:52

Lorena Pacheco

Ministério da Justiça
O processo seletivo simplificado oferece 44 vagas temporárias de nível superior. Para concorrer em alguns casos é exigida experiência. De acordo com o edital, publicado pela Funcab (banca examinadora da seleção), os salários vão de R$ 3.800 a R$ 8.300.

O cargo é o de técnico especializado de complexidade gerencial níveis III, IV, e V. Podem concorrer graduados em ciências contábeis, jornalismo, pedagogia, relações públicas, tecnologia da informação e engenharia (civil, elétrica, mecânica, e de telecomunicações). Para participar, alguns cargos ainda exigem curso de mestrado ou doutorado ou experiência mínima na área.

As inscrições podem ser feitas pelo site da organizadora, até as 23h59 do domingo (26/7). A taxa varia de R$ 50 a R$ 70. Vinte por cento das vagas são reservadas a negros e 5% a deficientes.

A seleção conta com provas objetivas, que serão aplicadas no dia 30 de agosto. O resultado final do processo deverá ser divulgado no dia 21 de setembro. O prazo de duração dos contratos deverá ser de até um ano, com possibilidade de prorrogação até a data de 31 de julho de 2017.

Secretaria de Planejamento e Gestão de Minas Gerais
São 80 vagas para o cargo de especialista em políticas públicas e gestão governamental (EPPGG). O cargo exige nível médio de formação escolar. Segundo as regras, é necessário, também, que o concorrente tenha inscrição no Enem de 2015. A remuneração inicial do posto é de R$ 4.780,00 por 40 horas de trabalho semanais.

Confira aqui o edital, divulgado pela banca organizadora da seleção é o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan).

Os interessados deverão se inscrever a partir deste sábado (25/7), até 20 de setembro, pelo site da Idecan. A taxa de participação é de R$ 120. Dez por cento das chances são reservadas a candidatos com deficiência.

O processo seletivo terá três etapas. A primeira será composta de provas objetivas e de redação, correspondentes ao Enem 2015. A data provável de aplicação é 24 e 25 de outubro. A segunda etapa será de provas dissertativas de matemática (3 questões) e de história (2 questões), possivelmente aplicadas no dia 16 de janeiro de 2016. A terceira e última fase é o curso de graduação em administração pública, ministrado pela Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho, da Fundação João Pinheiro, com duração mínima de quatro anos. Das 80 vagas, 40 são para o 1º semestre de 2016 e 40 para o segundo.

O candidato aprovado na terceira etapa será nomeado especialista em políticas públicas e gestão governamental e deverá se submeter a exame médico pré-admissional.

Os locais e horários de realização das provas dissertativas serão oportunamente informados pela banca. O concurso terá validade de dois anos, a contar da data de publicação de sua homologação, podendo ser prorrogada por igual período.

PESQUISA DE CONCURSOS