Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Concursos públicos oferecem 1,9 mil vagas com salários de até R$ 17,3 mil

Para quem vai tentar uma vaga no Planejamento, as inscrições terminam hoje

27/07/2015 06:41 | Atualização: 27/07/2015 06:51

Rosana Hessel

A crise na economia e o ajuste fiscal que o governo tenta fazer reduziram a oferta de oportunidades para quem quer seguir a carreira pública. Nesta semana, estão abertas pouco mais de 1,9 mil vagas em todo o país, com salários de até R$ 17,3 mil. Diante da oferta escassa, é preciso atenção aos prazos.

Hoje, é o último dia para inscrição em um certame com um dos salários mais cobiçados, o do Ministério do Planejamento. São 80 vagas de nível superior para o cargo de analista de planejamento e orçamento. A inscrição custa R$ 165 e pode ser feita pelo site da Escola de Administração Fazendária (Esaf). O salário é de R$ 15 mil. As provas objetivas devem ser aplicadas no início de outubro.

Fazenda
Até 10 de agosto, continuam abertas as inscrições para outra chance de se habilitar a um cargo de alta remuneração, o de procurador da Fazenda Nacional. Há 150 vagas e o salário é de R$ 17,3 mil. A taxa custa R$ 195 e o processo seletivo será feito também pela Esaf. No próximo dia 30, estarão abertas as inscrições para 65 vagas de nível médio e superior para diversas áreas no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os salários variam de R$ 5,3 mil a R$ 8,8 mil. O concurso será organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe).

“Estamos na entressafra de concursos. Mas não é a primeira vez que existem restrições de novos certames em primeiro ano de mandato”, explicou o professor de cursos preparatórios para concursos Rogerio Neiva. Ele reconhece que a concorrência nessas provas deverá ser bem alta, porque a oferta caiu muito, mas avisa que nem sempre isso pode refletir na nota de corte. “Muitos candidatos que acabam inflando o número de vagas abertas vão impactar na matrícula, mas a maioria é composta por aventureiros, que se deixam influenciar pelo edital. Isso não significa que poderá haver uma nota de corte muito alta”, afirmou.

O importante, de acordo com Neiva, é o foco na carreira. “Quem realmente está interessado em seguir a carreira pública e sabe qual cargo quer pode ser beneficiado por essa entressafra, porque terá mais tempo para se preparar. Há vários concursos importantes que devem ocorrer ainda este ano”, avisou, citando o de auditor fiscal da Receita Federal, muito aguardado pelos concurseiros.

PESQUISA DE CONCURSOS