Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Salário da Policia Civil, Militar e Bombeiros de Goiás revolta concurseiros

As seleções, que ainda não tiveram edital divulgado, vão oferecer R$ 1500 aos aprovados

19/05/2016 11:37

Do CorreioWeb

Ed Alves/CB/D.A Press
Os concurseiros estão inconformados com o salário que deve ser oferecido nos próximos concursos da Polícia Civil, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Goiás - o governo local confirmou em abril que está preparando editais com três mil vagas, para cargos criados recentemente pela Assembléia Legislativa. As funções de agente e escrivão substitutos da PC e soldado de 3ª classe da PM e CBM recebem hoje vencimento básico de apenas R$ 1.500.

Para se ter uma idéia, no último concurso para o cargo de agente da Polícia Civil do DF, que faz divisa com o estado, o salário era de R$ 7.890,05, em 2013. Para o cargo de soldado do Corpo de Bombeiros do DF, o último concurso aconteceu em 2011 e previa a remuneração básica de R$ 3.413,62 para soldado de 2ª classe, durante curso de formação, e de R$ 4.464,11 para soldado de 1ª classe, após curso de formação. Já para a Polícia Militar do DF, a última seleção para soldado foi em 2010, com salário de R$ 3.072,51 para soldado de 2ª classe e de R$ 4.056,59 para soldado de 1ª classe - vale ressaltar que para participar dessas seleções, foi preciso ter formação de nível superior e que as corporações do DF são mantidas pela União e todas também têm previsão de concursos. Saiba mais: Órgãos mantidos pela União são esperança para concurseiros do DF este ano

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Goiás, a remuneração pode ultrapassar R$ 3 mil, com gratificações, e há a possibilidade de horas extras para aumentar esse valor. A seleção é para atender a demanda do estado pelo reajuste do quadro de efetivos e assim, aumentar as forças de segurança.

Os projetos dos processos seletivos goianos já foram encaminhados para sanção do governador Marconi Perillo e depois seguem para a Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan). Porém, o órgão já adiantou que a Escola de Governo já deu início ao processo de concorrência para contratar a empresa organizadora do processo seletivo e que o edital já está em fase de formatação.

A previsão é de que as provas sejam aplicadas em setembro e o concurso homologado em abril de 2017.

PESQUISA DE CONCURSOS