Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Concursos oferecem 14.189 vagas no país: ao menos 120 têm edital aberto

As remunerações são atrativas, mas é preciso ficar atento porque algumas inscrições vão ser encerradas nesta semana

30/08/2016 07:00

Marlla Sabino - Especial para o Correio

Para quem quer realizar o sonho de ser servidor público pelos menos 120 concursos ofertam 14.189 vagas em todo o país. As remunerações chamam a atenção dos interessados. No Distrito Federal, por exemplo, o Corpo de Bombeiros oferece salário de R$ 11.654,95. Os candidatos devem ficar atentos, pois as inscrições para muitos concursos acabam nesta semana.

Deodato Neto, professor de informática do IMP Concursos, explicou que a fase de poucos certames tende a passar, por uma necessidade dos órgãos públicos. “Historicamente, as pessoas param de estudar quando é um momento com poucos editais, mas quem persiste terá uma vaga”, ressaltou. O especialista destaca a demanda principal nas áreas administrativas e nas carreiras policiais. Esse é o caso da estudante Júlia Machado, 20 anos. Durante cinco meses, ela fez cursinho preparatório para o concurso do Tribunal de Justiça do DF. Porém, após a prova, desanimou dos estudos. “Eu já separei algumas apostilas e livros para voltar a estudar por conta própria. Pretendo retomar a rotina”, contou.

Estudante de direito, ela sonha em seguir carreira na área jurídica e com estabilidade financeira. “O salário é muito bom, e a carga horária não é tão pesada. Não me vejo na área de advocacia. Vejo o concurso público como o melhor caminho”, afirmou. O diretor pedagógico do Gran Cursos Online, Gabriel Granjeiro, aconselhou aos que sonham com a aprovação a continuarem estudando. “Vários concursos estão previstos para os próximos meses. Vamos ter oportunidades, não como antigamente, mas surgirão”, opinou.

Foco
Granjeiro orientou a quem está começando a estudar a definir uma carreira ou concurso como foco. Ele também sugeriu que se comece pelas disciplinas básicas, o que permite uma noção para concorrer em qualquer concurso que tenha edital divulgado. Além disse, segundo ele, o ideal é conciliar todas as disciplinas no planejamento de estudo, intercalando entre os dias da semana. “Quando sair um edital, o candidato estará mais tranquilo e com uma boa base. Então, como já terá visto grande parte do que será cobrado, poderá se dedicar em se aprofundar nos conteúdos de matérias específicas. Se deixar para cima da hora, não terá tempo de ver todo o conteúdo e, dificilmente, será aprovado”, argumentou.

Para os candidatos que não saíram da rotina de estudos, Granjeiro frisou que desistir agora será uma grande desvantagem no futuro. “É o momento para se manter firme e ter paciência. Os concursos vão acontecer. Além disso, o candidato perderá o conhecimento adquirido e o tempo investido”, destacou.

PESQUISA DE CONCURSOS