Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Universidade Federal de Santa Maria tem vagas abertas. Salários chegam a R$ 9mil

São cinco vagas para professores de graduação. O período de inscrições vai do dia 19 de dezembro até 17 de janeiro de 2017

09/12/2016 10:00 | Atualização: 08/12/2016 20:02

Beatriz Fidelis - Especial para o Correio

Universidade Federal de Santa Maria
A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) está com 5 oportunidades para professores de graduação. A remuneração é de R$ 9.114,67. O período de inscrições vai do dia 19 de dezembro até 17 de janeiro de 2017. O valor das inscrições é R$ 227,00. Para se inscrever basta acessar o site da UFSM. 

Há oportunidades para professores de graduação da área de Arquitetura, Engenharia Civil, Medicina e Comunicação Social. Todos os cargos são de dedicação exclusiva e têm como pré-requisito, além da graduação na área de atuação, um certificado de curso de doutorado nas áreas especificadas no edital do certame.

A seleção é composta por cinco etapas: prova escrita, prova didática, prova de defesa de produção intelectual, prova de títulos e prova prática. O período provável da realização das provas é do dia 17 de fevereiro de 2017 até o dia 17 de abril de 2017. 

A prova escrita é uma redação em linguagem técnico-científica, com tema específico sobre a área aplicada. A prova terá duração máxima de cinco horas. Nesse tempo está incluída a possibilidade de o candidato fazer uma consulta prévia (de até duas horas) de material de consulta impresso ou manuscrito, apresentado à Comissão Examinadora. Após essas duas horas o candidato não pode voltar a fazer qualquer outra consulta. Na avaliação da prova escrita a comissão vai levar em conta os seguintes critérios: domínio técnico-científico do ponto sorteado; estruturação coerente do texto; clareza e precisão de linguagem.

A prova didática consiste em uma aula teórica (gravada em áudio) que demanda o desenvolvimento de um ponto sorteado 24 horas antes do início da prova didática de cada candidato. Ela terá duração máxima de 50 minutos e serão avaliados o domínio técnico-científico do ponto sorteado, a capacidade do candidato quanto aos recursos de comunicação e técnicas de ensino, a execução do plano de aula, o cumprimento do tempo da aula, o comportamento ético, criatividade e expressividade e a capacidade de estimular e facilitar o aprendizado do aluno.

Já a prova de defesa da produção intelectual consiste em um memorial descritivo que deve relatar os principais momentos da vida profissional e acadêmica do candidato e suas propostas de ensino, pesquisa e extensão.

O certame tem prazo de validade de um ano contado da data da publicação da homologação no Diário Oficial da União (DOU), podendo ser prorrogado por igual período.




PESQUISA DE CONCURSOS