Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Exército abre 440 vagas em novo concurso para formação de cadetes

Podem se inscrever candidatos com nível médio

28/04/2017 17:35

Lorena Pacheco

Exército/Divulgação
Sob a autorização do Comando do Exército, a Escola Preparatória de Cadetes abriu novo concurso público nesta sexta-feira (28/4). De acordo com o edital de abertura, divulgado no Diário Oficial da União, são oferecidas 440 vagas, sendo a maioria (400) para homens e apenas 40 chances para mulheres. Os aprovados serão matriculados no curso de formação e graduação de oficiais de carreira da linha de ensino militar bélico.


Podem se inscrever candidatos com nível médio de formação e com idade entre 17 e 22 anos (completos até o dia 31 de dezembro do ano da matrícula).

A taxa de inscrição custa R$ 90 e pode ser feita pelo site www.espcex.eb.mil.br, entre 1º de maio a 20 de junho.

O concurso será composto por exame intelectual (com questões sobre português, matemática, química, física, geografia, história, inglês e redação), com aplicação nos dias 30 de setembro e 1º de outubro. Além de comprovação de requisitos biográficos, inspeção de saúde e exame de aptidão física. A matrícula no curso de formação está programada para 24 de fevereiro de 2018.

De acordo com o Exército, o objetivo da Escola é selecionar e preparar o futuro cadete da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), iniciando a formação do oficial combatente do Exército Brasileiro.

Mulheres

Este é o segundo concurso da história da Escola de Cadetes do Exército que aceita a inscrição de candidatas. O primeiro aconteceu no ano passado, após mais de sete décadas admitindo somente homens. Apesar da inclusão feminina no universo bélico do Exército, a participação ainda é muito reduzida. As mulheres têm direito a menos de 10% do total de oportunidades oferecido. Além disso, as mulheres que optarem por participar da seleção participarão de operações militares apenas da área de especialização que escolher. Tal escolha se limita ao quadro de material bélico ou serviço de intendência; diferentemente do cadete homem, que, além dessas duas opções, ainda pode optar por infantaria, cavalaria, artilharia, engenharia e comunicações. Saiba mais em: Após mais de 70 anos, escola para cadetes do Exército abre primeiro concurso para mulheres

PESQUISA DE CONCURSOS