Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Concurso do Ministério Público da União está em fase de definição de vagas

A oferta será para técnicos e analistas

10/05/2017 11:48 | Atualização: 10/05/2017 13:47

Mariana Fernandes

Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press
Atenção, concurseiros. Foi dado mais um passo rumo ao novo concurso público do Ministério Público da União (MPU) para técnicos e analistas. O orgão publicou no Diário Oficial da União o edital de abertura de remoção interna. O procedimento é considerado essencial para a definição das vagas e localidades do novo certame.

O órgão também já definiu a comissão interna que será responsável pelo certame. O edital deve ser publicado em breve.A comissão é presidida pelo servidor Blal Yassine Dalloul e conta, ainda, com os seguintes participantes: Eloá Todarelli Junqueira, Denise Costa Recedive, Sandra Roberta de Souza Oliveira, Tatiane Diniz da Silva e Rayza Madlum de Paula. 

Último concurso 


O último concurso do órgão foi lançado em 2015. O edital ofereceu 25 vagas imediatas e formação de cadastro reserva. A seleção foi de responsabilidade do Centro de Seleções e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

O concurso contou com testes discursivos para analistas. Técnicos, por sua vez, foram também submetidos a teste de aptidão física (flexão de braço na barra fixa, teste estático de barra para mulheres apenas, flexão abdominal e teste corrida de 12 minuto) e curso de formação profissional composto por 180 horas presenciais, com realização em Brasília/DF. 

Para o cargo de analista do MPU tiveram as especialidades de apoio técnico-administrativo (atuarial e finanças e controle) e perícia (engenharia química). O salário foi de R$ 8.178,06. Pode concorrer quem tinha nível superior em ciências contábeis e atuariais ou ciências atuariais, engenharia química, além de terem sido admitidas inscrições de candidatos com qualquer graduação apenas para a área de controle. 

E para técnico do MPU também houve a área de apoio técnico-administrativo, mas para a especialidade de segurança institucional e transporte. A remuneração, neste caso, foi de R$ 5.007,82. Pode disputar as vagas o concurseiro com nível médio e carteira de habilitação D ou E. 

Além do Distrito Federal, que detém a maioria das chances (13 vagas e CR), os aprovados foram lotados no Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo. Uma vaga foi destinada a pessoas com deficiência.

PESQUISA DE CONCURSOS