Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Polícia Civil do Mato Grosso do Sul anuncia novo concurso público

Cargos e banca já definidos

01/06/2017 12:15

Lorena Pacheco

Já está em fase de preparação o edital de abertura do novo concurso público da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul (PCMS). Saiu no Diário Oficial do estado que a banca organizadora já foi escolhida: a Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de Mato Grosso do Sul (Fapems). Serão abertas vagas para delegado e agente, para as funções de escrivão e investigador.


Últimos concursos

Em janeiro de 2013, a PCMS lançou seu último concurso para delegado. Foram 30 vagas, com salário de R$ 9.035,55. O concurso foi composto por provas objetivas, discursivas, de títulos, avaliação psicológica e médica, prova de aptidão física, investigação social, prova oral e curso de formação profissional. Na época, certame foi suspenso pelo Tribunal de Justiça local, sob pena de multa, pela falta de reserva de vagas a candidatos com deficiência e pelo limite de 45 anos de idade estipulado aos candidatos. Na reabertura, como exigido pela Justiça, a comissão organizadora decidiu reservar cinco por cento das vagas a candidatos com deficiência, excluir o requisito de idade máxima de 45 anos e anular a exigência de três anos de atividade jurídica para participação no concurso.

Já em setembro de 2013, a corporação abriu 256 vagas para agente de polícia judiciária (escrivão e investigador), perito oficial forense (perito criminal) e perito papiloscopista. Os salários variam de R$ 3.031,800 a R$ 5.264,40. Os candidatos deveriam ter idade mínima de 21 anos e máxima de 45 anos na data de encerramento das inscrições, além de carteira de habilitação nacional de categoria "b". Cinco por cento das chances foi reservado a pessoas com deficiência, 10% são para candidatos que se declararem negros e 3% para índios. Puderam concorrer aos postos de agentes pessoas de qualquer curso superior. O concurso foi composto por provas objetivas, prova de títulos, avaliações psicológicas e médico-odontológicas, prova de aptidão física, investigação social e curso de formação profissional (carga horária mínima de 600 horas).

PESQUISA DE CONCURSOS