Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Caesb abre concurso de nível superior com salário de até R$ 8,5 mil

São 20 vagas, sendo uma efetiva e 19 para formação de cadastro reserva

02/06/2017 10:21 | Atualização: 02/06/2017 11:30

Mariana Fernandes

Ed Alves/CB/D.A Press

A Companhia de Saneameto Ambiental do Distrito Federal (Caesb) anunciou nesta sexta-feira (2/6) a abertura de um novo concurso público para o preenchimento de 20 vagas de nível superior, sendo uma efetiva e 19 para formação de cadastro reserva. O Instituto Quadrix é o responsável pelo certame.

As oportunidades são para o cargo de analista de suporte ao negócio, na área de medicina do trabalho. O salário admissional é de R$ 7.727,34 e o salário degrau A chega aos R$ 8.500,08, com carga de trabalho de 20 horas semanais. Quem desejar concorrer, deve ter diploma de nível superior em medicina e curso de especialização em medicina do trabalho, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação além de registro no Conselho Regional de Medicina. 

Os interessados devem se inscrever entre 7 de julho e 14 de agosto, por meio do site da banca organizadora.  A taxa é de R$ 85. 

Segundo o edital, o médico trabalho da Caesb tem como atribuições planejar, executar, implementar, controlar e promover atualizações nos trabalhos relativos ao campo da Medicina do Trabalho, tais como: Exames de perícia médica, pré-admissionais, periódicas, demissionais e outros: ações de prevenção de acidentes de trabalho e de doenças ocupacionais relativas ao Programa Médico de Saúde Ocupacional da Caesb.


Os exames serão aplicadas em 17 de setembro, no turno da tarde, com duração de quatro horas. Os candidatos farão provas objetivas, provas discursivas e avaliação de títulos. Os aprovados e contratados também realizarão procedimentos pré-admissionais e exames médicos complementares, de caráter eliminatório. Todas as fases do concurso serão aplicadas em Brasília/DF.

Último concurso 


O último concurso da Caesb foi realizado em 2012 e foi organizado pelo Instituto FAPERP. Mais de 27.600  se inscreveram para 93 vagas, além de formação de cadastro reserva. A avaliação foi composto por prova objetiva e discursiva.
 
Em 2015 o Ministério Público do Trabalho do Distrito Federal (MPT/DF) conseguiu na Justiça que o concurso de 2012 tivesse validade prorrogada. Esta decisão permitiu que os aprovados em cadastro reserva não perdessem o direito ao cargo. A existência de terceirizados exercendo funções de concursados motivou todo o esforço.

PESQUISA DE CONCURSOS