Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Sefaz/DF forma grupo de trabalho para contratar banca de próximo concurso

Serão abertas 120 vagas para nível superior

22/01/2018 09:48 | Atualização: 22/01/2018 09:59

Lorena Pacheco

Carlos Moura/CB/D.A Press
A Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal (Seplan/DF) divulgou, no Diário Oficial local, que formou grupo de trabalho para elaborar o termo de referência para contratar a banca organizadora de seu próximo concurso público. O texto deverá ficar pronto até 15 de fevereiro.


A seleção foi autorizada em novembro de 2017 pelo governo. Serão abertas 40 vagas, além de formação de cadastro reserva com 80 chances, para o cargo de auditor fiscal da Receita do Distrito Federal. Poderão concorrer candidatos com nível superior em qualquer área de formação. A remuneração inicial da carreira é de R$ 14.970.

Último concurso

A última seleção para o cargo de auditor da Sefaz/DF aconteceu há 16 anos, em 2001. O concurso foi de responsabilidade da Fundação Carlos Chagas (FCC). O edital abriu 200 vagas imediatas e também formou cadastro reserva. Na época, a remuneração inicial foi de R$ 3.553,07. Os candidatos foram testados apenas por meio de provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos.

Entrave

Em 2010, um edital chegou a ser publicado com 50 vagas e cadastro reserva, organizado pela Fundação Universa. O certame, porém, foi cancelado por conta da aprovação de um projeto pela Câmara Legislativa, que unificou os cargos de auditor, agente fiscal e fiscal tributário em um único cargo de auditor-fiscal da Receita do DF. Mais de 8 mil pessoas tinham se inscrito na seleção que contava com salário de R$ 16 mil.

STJ abre concurso para o DF

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) abriu novo concurso público com vagas para Brasília. São cinco vagas imediatas e formação de cadastro reserva. As oportunidades são para técnicos e analistas judiciários e os salários vão de R$ 6.708,53 a R$ 11.006,82, respectivamente. Saiba mais em: Apesar das poucas vagas do novo concurso, STJ tem mais postos desocupados

Reprodução/DOU/DF

PESQUISA DE CONCURSOS