Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Salário e possibilidade de ascensão são os destaques do concurso da PMDF, diz professor

Concurso foi lançado nesta sexta-feira (26/1) e oferece 2.024 vagas

26/01/2018 15:20 | Atualização: 26/01/2018 16:10

Mariana Fernandes

Arquivo Pessoal
Os concurseiros interessados em garantir uma vaga no tão esperado concurso público da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), lançado nesta sexta-feira (26/1), devem intensificar os estudos imediatamente.  A orientação vem de Leandro Antunes, professor de direito penal e processual penal militar do IMP Concursos.  

Ao todo, o certame oferece 2.024 vagas. Serão 500 vagas para soldado combatente, 18 para soldado especialista corneteiro e seis para soldado especialista músico. As outras 1,5 mil serão para formação de cadastro reserva. Ao menos 500 vagas para policiais são imediatas.

Com as provas previstas para 6 de maio, Antunes afirma que ainda dá tempo para se dedicar sim.  "Quem ainda não começou, deve correr atrás. Há pouco  mais de três meses para focar na preparação de modo eficaz e garantir bons resultados até o dia de avaliação",diz.

O professor enfatiza que esse certame é um grande destaque para os concurseiros e deve gerar muita concorrência. "A remuneração é atrativa e há possibilidade de ascensão funcional dentro da Polícia Militar. Além disso, a PMDF é uma corporação muito respeitada pela sociedade no DF, no Brasil e em toda a América Latina. Vale muito se dedicar para este concurso", comenta. 

Apesar de o concurso oferecer mais chances de cadastro reserva, o professor adianta que isso não deve ser uma preocupação. "Nos últimos concursos, a PMDF contratou todos que foram aprovados em todas as fases. Esse edital trouxe ainda uma ressalva relacionada a autorização da Secretaria de Planejamento para chamar mais candidatos aprovados", explica.

Durante a preparação, o candidato deve dar valorizar conteúdos que não eram cobrados nas seleções anteriores. Ao todo serão cobradas 15 disciplinas, sendo inglês, processo penal militar, direitos humanos, criminologia as grandes novidades. Para Leandro a dica é concentrar os esforços nestas áreas, assim como garantir muito conhecimento em português e legislação específica da PMDF. 

O concurso 


O Governo do Distrito Federal divulou, nesta sexta(26/1),  dois editais totalizando 2.024 vagas. O primeiro certame visa contratar 2.000 policiais militares combatentes, sendo 500 vagas imediatas e 1,5 mil para formação de cadastro reserva.  O segundo edital é voltado para músicos. Das 24 vagas totais, 18 são para especialistas em corneta e outras distribuídas em clarineta, saxofone,trompa, trompete, trombone e tuba.
O salário para os dois certames é R$ 5.245,41 mais R$ R$ 850 de auxílio-alimentação (soldado de primeira classe) e R$ 4.119,22 mais R$ 850 de alimentação (soldado de segunda classe).

Podem participar candidatos de nível superior de ambos os sexos, com 18 anos completos e no máximo 30 anos de idade até a data de inscrição, que tenham altura mínima de 1,65 (sexo masculino) e 1,60 (sexo feminino).

 O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iaes) é o responsável pela organização.  As inscrições começam em 25 de fevereiro e vão até 26 de março para músicos e até 4 de abril para combatentes. Todas deverão ser feitas pelo site da banca. O valor da taxa de inscrição será de R$ 88.

As provas objetivas para os cargos de músicos estão previstas para 29 de abril. Já as provas para combatentes serão realizadas em 6 de maio. O certame ainda prevê teste de aptidão física, avaliação de exames médicos, psicológicos, investigação da vida pregressa e social do candidato e, para quem se inscrever para músico, haverá também uma prova prática instrumental.

No Facebook, o governador Rodrigo Rollemberg anunciou a novidade. "Será uma oportunidade de junto aos demais órgãos contribuir para melhorar a segurança do Distrito Federal."







PESQUISA DE CONCURSOS