Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Concurso adiado, estudo dobrado

12/04/2016 16:22

William Douglas

Não são incomuns notícias de concursos adiados. Também já tivemos de lidar por mais de uma vez com a difícil situação da suspensão dos concursos na esfera federal e nesse ano já tivemos notícias de alguns concursos suspensos e adiados, por isso é sempre importante retomar o que fazer enquanto se espera o concurso. É importante lembrar, contudo, que muitos editais de concursos continuam abertos, mesmo se o seu concurso tiver sido suspenso ou adiado. Editais estão sendo lançados a cada dia. Portanto, falarei sobre a conciliação entre o estudo e o trabalho, situação que muitos dos que se preparam para concursos enfrentam, em meio, ainda, à tensão causada pela suspensão do seu concurso de eleição.

Administrar o tempo a ser dedicado para cada uma das atividades é uma tarefa central na vida de quem se prepara para concursos, principalmente daqueles que já estão no mercado de trabalho, e que pode ser um diferencial na hora da aprovação. No livro Como Passar em Provas e Concursos e Administração do Tempo (em coautoria com Alberto Dell’Isola), estabeleço dois pontos determinantes para uma boa administração do tempo de estudo. O primeiro é a responsabilidade; e o segundo, a flexibilidade.

A responsabilidade é, fundamentalmente, com os objetivos a serem alcançados. Quem se prepara para concursos e já trabalha na iniciativa privada, como profissional liberal ou em uma área do serviço público diferente da que almeja, o faz para, em geral, ao conseguir a aprovação, ter uma situação financeira mais confortável, poder auxiliar a família e ter mais tempo para realizar as atividades que gosta. Desse modo, o estudo é o caminho para se alcançar o objetivo e, para trilhá-lo, é preciso dedicação, compromisso, esforço e flexibilidade. A flexibilidade é a capacidade do concurseiro de lidar com contratempos e adversidades que podem surgir e atrapalhar seus estudos, são exemplos: uma carga de trabalho elevada, um patrão muito exigente, excesso de atividades, falta de tempo etc.

Para contornar esses problemas, o primeiro passo é planejar bem seus horários separando tempo para o estudo, tempo para a família, tempo para o trabalho e tempo para o descanso. Como muitos sabem e muitos livros ensinam, existe um sem-fim de técnicas de estudo, dentre as quais ao menos uma vai se encaixar em seu perfil e ser ideal para a distribuição de sua carga horária, mas, mais importante que ter uma boa técnica é saber aproveitar as oportunidades e os “tempos livres” para ler e rever a matéria. Seja o tempo de deslocamento casa-trabalho-casa, da fila do banco ou das atividades diárias (lavar louça, passar roupa) é sempre possível estudar nos intervalos das atividades, mesmo que apenas mentalmente.

Um ponto importante na preparação é distinguir a qualidade da quantidade de estudo. Muitas vezes a quantidade de estudo é tomada como o elemento mais importante. Já ouvi relatos de concurseiros que acham que não estão se preparando de forma adequada porque não estudam oito horas por dia. Não adianta estudar muitas horas por dia sem o foco e a atenção que dão qualidade ao estudo. Às vezes, uma hora de leitura atenta é mais produtiva que seis horas de estudo disperso.

A qualidade do seu estudo está diretamente relacionada à otimização de suas atividades e, para isso, é preciso focar-se na utilidade do trabalho que está desempenhando. Quando no trabalho, esqueça o estudo e os outros problemas e produza o melhor possível, ao acabar o expediente, não leve o trabalho para casa. Se o seu trabalho permite que você fique algum tempo livre, sem realizar atividades, utilize esse tempo para estudar. Se você trabalha com leitura, procure ler com foco, para que compreenda e consiga resolver os problemas na primeira leitura. Quando em casa, dê atenção aos filhos e esposa, ou aos seus pais, tire algum tempo para saber como foi o dia deles – o que pode ser durante o jantar – e parta para o estudo. Seus familiares devem participar ativamente do seu objetivo, sem a ajuda deles, pode ser muito difícil se preparar.

No mais, não se desespere, não desista de estudar e não desanime, sua hora chegará quanto mais você se empenhar.

PESQUISA DE CONCURSOS