Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

MPU, DPU e TCSP abrem inscrições para 158 vagas nesta segunda

Há chances para os níveis médio e superior, com salários que chegam a R$ 16 mil

17/11/2014 10:39

Do CorreioWeb

O Ministério Público da União (MPU), a Defensoria Pública da União (DPU) e o Tribunal de Contas de São Paulo (TCSP) abrem, nesta segunda-feira (17/11), o período de inscrição dos concursos que, juntos, oferecem 158 vagas. Há chances para profissionais de nível médio e superior, com salários que vão de R$ 4.277,43 a R$ 16.489,37. Confira os detalhes a seguir.

MPU

São 69 vagas ao cargo de procurador da República. As inscrições podem ser feitas até 16 de dezembro. Para se inscrever, candidatos devem preencher o formulário de pré-inscrição no site da Procuradoria Geral da República (PGR) e pagar a taxa de participação do certame, no valor de R$ 210.

Somente após o pagamento será possível realizar a inscrição preliminar, que deve ser feita em uma das Procuradorias da República nos estados e no Distrito Federal. A lista pode ser conferida no edital.

Interessados na seleção devem ser graduados em direito e ter, no mínimo, três anos de atividade jurídica. O processo seletivo conta com cinco provas, sendo elas: uma objetiva de abrangência geral e quatro subjetivas relacionadas a cada um dos grupos de disciplinas. Além disso, serão realizadas prova oral de cada disciplina, avaliação de títulos e exames de higidez física e mental. A prova objetiva está prevista para 1º de março do ano que vem. As subjetivas estão agendadas para os dias 16, 17, 18 e 19 de maio. O edital não informa a remuneração do posto.

As vagas foram distribuídas nos estados de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

DPU
São 58 vagas para o cargo de defensor público federal, com subsídio de R$ 16.489,37. Candidatos com deficiência contam com a reserva de três vagas. As inscrições seguem até o dia 8 de dezembro, por meio do site da banca organizadora, o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). A taxa de participação é de R$ 180.

Para participar é preciso ser bacharel em direito, ter registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e experiência de, no mínimo, três anos em atividades jurídicas. De acordo com o edital, os candidatos serão lotados e distribuídos pelo defensor público-geral da união.

O concurso será regido por cinco fases, sendo a primeira composta por prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. A segunda etapa será aplicação de prova dissertativa, seguida de prova oral, prova de títulos, sindicância de vida pregressa e apuração de requisitos pessoais.

A prova objetiva está marcada para o dia 7 de fevereiro, nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal. Os candidatos terão cinco horas para julgar 200 questões. As provas dissertativas estão agendadas para o dia seguinte – 8 de fevereiro. As provas orais serão realizadas somente em Brasília.

A validade do certame será de um ano, contado a partir da homologação. Há possibilidade de prorrogação por igual período, uma única vez.

Para conferir o edital completo, clique aqui.

TCSP
São 31 vagas para níveis médio e superior. Do total de chances, três são destinadas a candidatos com deficiência. As inscrições podem ser feitas no site da banca, a Fundação Vunesp, até 23 de janeiro de 2015. As taxas custam R$ 65,70 e R$ 86,70.


Dez oportunidades poderão ser disputadas por candidatos de nível médio. O posto em questão é o de auxiliar de informática financeira. Aprovados receberão R$ 4.277,43 por mês. Graduados em cursos superiores na área de computação e informática e experiência de dois anos em atividades relacionadas terão a disposição 21 vagas de agente da fiscalização financeira. O salário é de R$ 10.924,72.

Os candidatos ainda terão cinco meses para se preparar. As provas objetivas serão aplicadas no dia 8 de março de 2015. Esta é a única fase do concurso.

Após a homologação, o concurso terá validade de dois anos. Caso o órgão julgue necessário o certame pode ser prorrogado por mais dois anos.


PESQUISA DE CONCURSOS