Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Inmet suspende, oficialmente, concurso público com 242 vagas

Concurseiros aguardavam há mais de dois meses por posicionamento sobre a continuidade do certame

30/06/2015 11:30 | Atualização: 30/06/2015 11:33

Sílvia Mendonça

Ed Alves/CB/D.A Press
Após mais de dois meses parado, o concurso do Instituto Nacional de Metrologia (Inmet) foi, oficialmente, suspenso nesta terça-feira (30/6). A decisão foi divulgada no Diário Oficial da União. De acordo com a publicação, a paralisação da seleção é necessária até que uma ação civil pública que pede o cancelamento do concurso na Justiça Federal seja concluída.

De acordo com o processo, o concurso prevê atribuições incompatíveis com a lei para o cargo de analista em ciência e tecnologia, classe júnior, na especialidade advogado. Ainda de acordo com o documento, com a atual leitura do edital fica evidente que os futuros servidores exercerão funções de assessoramento e consultoria jurídica – atividades que devem ser desenvolvidas, com exclusividade, pelos advogados da União.

O concurso foi lançado no dia 6 de abril com 242 vagas de níveis médio e superior, e salários que variam entre R$ 3.045,83 e R$ 11.993,69.

Em nível superior, os cargos oferecidos foram para pesquisador (nas especialidades de meteorologia, estatística, hidrologia, ciência da computação, sensoriamento remoto e agronomia), analista (nas especialidades de meteorologia, telecomunicações, estatístico, jornalismo, publicidade, administração, advocacia, contabilidade e economia), e tecnologista (nas especialidades de meteorologia, tecnologia da informação e engenharia).

Candidatos com nível médio poderiam tentar os postos de assistente em ciência e tecnologia (nas especialidades de auxiliar de meteorologia, assistente TI, técnico em contabilidade e técnico administrativo) ou técnico (nas especialidades de meteorologia, informática, laboratório, eletrônica e operacional).

O certame tinha prova objetiva e discursiva, prevista para o dia 21 de junho. Os aprovados seriam lotados em Brasília, Manaus, Belém, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Cuiabá e Goiânia.

PESQUISA DE CONCURSOS