Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Tribunal de Justiça/PI e TRE/MT abrem inscrições para 192 vagas nesta sexta

As oportunidades são para cargos de níveis médio e superior. Confira como se candidatar

02/10/2015 10:05

Sílvia Mendonça

Tribunal de Justiça/PI
O Tribunal de Justiça do Piauí (TRJ/PI) oferece 180 vagas de nível superior para analista judiciário. A remuneração é de R$ 6.518,71, como direito ao auxílio alimentação de R$ 1.000, e auxílio saúde, de R$ 300. O processo seletivo é organizado pela Fundação Getúlio Vargas. As inscrições ficarão abertas até 27 de outubro, no site da examinadora. A taxa de participação é de R$ 90.

Os candidatos poderão concorrer às áreas judiciária, de apoio e administrativa. O concurso vai aplicar prova objetiva, em 20 de dezembro, de 100 questões de múltipla escolha baseadas em língua portuguesa, raciocínio lógico, legislação específica e conhecimentos específicos. Do total de vagas, 20% são para negros e 10% a deficientes.

TRE/MT
O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE/MT) oferece 12 vagas imediatas, além do cadastro reserva, para níveis médio e superior. Os cargos oferecidos são de técnico e analista judiciário, com remuneração de R$ 5.365,92 e R$ 8.803,97, respectivamente. O processo seletivo é organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). As inscrições seguem até 21 de outubro, no site da examinadora. As taxas são de R$ 70, para técnico, e R$ 90, para analista.

Aos candidatos que forem concorrer em nível médio, são oferecidos postos de técnico judiciário nas áreas administrativa e de apoio especializado. Para nível superior, as oportunidades são de analista judiciário nas seguintes especializações: administrativa, engenharia, judiciária, contabilidade e análise de sistemas.

As provas terão 60 questões de múltipla escolha e serão aplicadas em 13 de dezembro. Também será aplicada avaliação discursiva para todos os cargos, exceto para a área administrativa de técnico judiciário. Do total de vagas, 20% são para negros e 5% a deficientes.

PESQUISA DE CONCURSOS