Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

CLDF estuda abrir processo para apurar vazamento de lista com cargos do concurso

Uma lista com a distribuição das vagas para o concurso da Câmara Legislativa do DF está circulando nas redes sociais

05/07/2017 14:40 | Atualização: 05/07/2017 16:20

Mariana Fernandes

Cb/D.A Press
Vazou nas redes sociais uma lista com a distribuição do cargos para o tão aguardado concurso público da Câmara Legislativa do Distrito Federal. O edital ainda nem saiu, mas já causa burburinho entre os concurseiros. Segundo as imagens divulgadas, o cargo com mais oportunidades é o de técnico legislativo com 25 chances.

A CLDF confirmou o vazamento e disse que estuda abrir um processo disciplinar para apurar como foi divulgado. Porém, as vagas só serão oficialmente divulgadas após a assinatura do contrato com a Fundação Carlos Chagas, que foi definida como banca organizadora

Segundo o chefe de gabinete da presidência da Câmara Josué Alves, a lista foi fornecida a todas as bancas que participaram do processo de licitação. "Este é um procedimento normal, as bancas têm acesso ao projeto básico do concurso pois precisam ter condições de apresentar propostas ou não. Não é um segredo de justiça", disse.

Ele afirmou também que ainda não foi verificado se a lista está de acordo com o projeto básico do certame e que muitas pessoas têm acesso. Dessa forma, não é possível saber se foi um servidor da CLDF que divulgou as informações ou se foi alguma das instituições que disputaram a organização do concurso.

A lista, que circulou também em grupos de whatsapp, chegou aos cursinhos do Distrito Federal, que já preparam aulas específicas levando em conta a distribuição das vagas. O professor de direito penal, do IMP, Carlos Alfama conta que a expectativa pelo edital aumentou com a divulgação e alguns cargos como o de polícia legislativa terão aulas preparatórias específicas por conta disso. "É um cargo muito específico e não tínhamos certeza de que estaria disponível neste concurso. Portanto, muita gente já começou a estudar para disciplinas específicas deste cargo". Segundo ele, a lista é importante para analisar a distribuição das vagas e intensificar a preparação.

Segundo o professor de Regimento da CLDF, da Gran Cursos Online, Luiz Cláudio, para intesificar os estudos é preciso um conhecimento prévio do candidato, tempo semanal de estudo, experiência com provas de concurso, familiaridade com a banca examinadora, motivação, disponibilidade, habilidades de leitura e escrita, capacidade de concentração nos estudos, técnicas e métodos que se harmonizem com o funcionamento do cérebro, o que varia de pessoa para pessoa. Especificamente para os cargos divulgados, o cursinho oferece cursos para consultor técnico em pedagogia, técnico legislativo, consultor técnico administrados, técnico legislativo em manutenção e operação de equipamentos a técnico legislativo para policial legislativo. 

Segundo as imagens, as chances foram distribuídas entre constituição e justiça (5 +PNE), desenvolvimento urbano (2), direitos humanos e cidadania (1), educação, cultura e desporto (1), finanças pública (1), meio ambiente (1), redação parlamentar (1), regulação econômica (2), saúde (2), tributação (1), administrador (4), analista de sistemas área 1 (1), analista de sistemas área 2 (1), analista de sistemas área 3 (1), analista de sistemas área 4 (3), arquiteto (1), arquivista (1),assistente social(1), bibliotecário (1), contador (4), economista (1), enfermeiro (2), engenheiro civil (1), engenheiro eletricista (1), inspetor de polícia legislativa (1), médido perito/ambulatorial (2), médico do trabalho (1), odontologista (1), pedagogo (1), psicólogo clínico/perito - fiscal (1), psicólogo organizacional (1), revisor de texto (1), taquígrafo (1), técnico em comunicação social/jornalista (1), técnico em comunicação social/relações públicas (2), técnico em comunicação/publicitário (1), técnico em comunicação social/produção multimídia (1), agente de polícia legislativa (3), fotógrafo (1), secretário (1), técnico de biblioteconomia e arquivo (1), técnico de enfermagem (2), técnico legislativo (20 5 PNEs), técnico de manutenção e operação de equipamentos audiovisuais (2).

Banca definida


A mesa diretora da Câmara Legislativa definiu na quarta-feira (28/6) a Fundação Carlos Chagas (FCC) como a responsável pela realização deste concurso público. Serão 86 chances distribuídas entre cargos de nível médio e superior. O salário inicial para nível médio é de R$ 10.143,07, e nível superior, R$ 15.123,30. A expectativa é de que edital seja lançado ainda este mês.

A Câmara informou também que o processo de planejamento e organização do certame está sendo acompanhado pela Procuradoria do Legislativo local, em observância às normas que regulam a realização de concursos públicos e não haverá gastos para a realização do certame, pois a seleção será totalmente custeada pelos valores arrecadados com a taxa de inscrição. 

Além disso, 10% do valor arrecadado, após o desconto das gratuidades e despesas bancárias, será repassado ao Fundo de Assistência à Saúde dos Deputados Distritais e Servidores da Câmara Legislativa (Fascal). 

Leia também: Especialista dá dicas de como se preparar para o concurso da Câmara Legislativa do DF

Último concurso


O último concurso para a Câmara Legislativa teve como banca organizadora o Centro de Seleção de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), e foi em 2005. Na época, foram 120 vagas para técnicos e analistas, sendo R$5,5 para técnicos, e R$ 8 mil para analistas. Confira aqui o último edital. 

Foram registrados 75,741 inscritos, o que resultava numa concorrência de 631 pessoas por vaga. O concurso tinha prova objetiva e discursiva para todos os cargos, além de avaliação de títulos, prova prática e teste de aptidão física, para alguns cargos.




PESQUISA DE CONCURSOS