Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Mapa abre 300 vagas em concurso para auditor fiscal com salário de R$ 14 mil

As provas objetivas serão aplicadas em 26 de novembro

26/09/2017 10:14 | Atualização: 26/09/2017 13:42

Lorena Pacheco / Camila Bairros*/

Carlos Vieira/CB/D.A Press
Saiu no Diário Oficial da União desta terça-feira (26/9) o mais novo edital de concurso público do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). São 300 vagas imediatas, sendo 60 reservadas a negros e 15 para pessoas com deficiência. O cargo em questão é o de auditor fiscal federal agropecuário da área de medicina veterinária. O salário inicial é de R$ 14.584,71, para 40 horas de trabalho semanal.


As inscrições custam R$ 120 e podem ser feitas entre 2 e 16 de outubro pelo site da Escola de Administração Fazendária (Esaf), a banca organizadora da seleção.

As provas objetivas serão aplicadas em 26 de novembro. Serão 120 questões sobre português; inglês ou espanhol; direitos constitucional e administrativo e ética pública; informática básica e conhecimentos específicos. Haverá ainda provas discursivas e avaliação de títulos.

Vou concorrer

Marianna Passeri é formada em veterinária e sonha em trabalhar no Mapa desde os tempos de estudante, quando estagiou no órgão. Hoje, dona de uma franquia de pet shop, estuda para o concurso para tentar ingressar no ministério. “A loja me demanda muito tempo, mas me preparo na medida do possível, faço um cursinho específico à noite, os professores são auditores fiscais do Mapa, então é tudo bem direcionado”.

Arquivo pessoal
Com a publicação do edital, muitas pessoas tendem a intensificar os estudos, mas esse não é o caso de Marianna. “Acredito que não importa muito o tempo de estudo, e sim a qualidade dele. Tenho aula com pessoas que passaram por esse concurso, pelas mesmas coisas que eu. Já dei uma lida no edital e fiquei bem otimista, o conteúdo não fugiu daquilo que a gente já estava estudando”.

A loja de Marianna foi aberta em 2014, pioneira do ramo no Noroeste, e é um negócio que vem dando certo. “O meu marido também é veterinário, e gerenciamos a loja juntos. Agora nós dois estudamos pro concurso, o objetivo é que pelo menos um passe e o outro continue com o negócio, mas se os dois passarem nós não vamos achar ruim”, afirmou a veterinária.

Dicas

Tereza Cavalcanti é professora do Gran Cursos Online e dá aula de língua portuguesa para concursos há 25 anos. A especialista conta que a prova da Esaf é muito extensa, 20 questões com muita frequência ocupam 10 páginas, o que acaba aumentando sua dificuldade. “O candidato deve ir preparado para uma prova cansativa, se preparar refazendo as questões de concursos anteriores. Os textos são muito longos e muitas vezes desnecessários para a resolução da questão. A minha dica é: sempre leia a pergunta antes de ler o texto, sem saber de sua real necessidade”.

Para quem é médico veterinário, passar em um concurso para auditor fiscal é um dos grandes sonhos, e são poucas as oportunidades. “A seleção é só para o cargo de médico veterinário, é muito específico. Os candidatos que fazem esse concurso não costumam se interessar por outros e não estão habituados a participar de outras seleções. Para a minha matéria, costuma ser mais cobrado interpretação, concordância, regência e pontuação. A banca é mais pragmática, cobra o uso da língua, e não a teoria em si. Isso é bom para o candidato que não está muito familiarizado com a matéria”, conta a professora.

Já Deodato Neto, professor de informática para concursos há 16 anos, do IMP Concursos, acredita que o certame do MAPA vale o esforço e o estudo dos candidatos. “Hoje o veterinário já não consegue aquele emprego que antigamente era muito rentável. O concurso é muito bom e a remuneração inicial já é bem alta”.

Segundo o professor, a preparação deve ser intensa e constante. “Não dá pra esperar o edital sair, por ser um concurso muito esporádico, a concorrência costuma ser grande. O órgão costuma chamar mais de 300 pessoas”.

Sobre sua matéria, Deodato é bem direto. “Estudem tudo que está no edital, o conteúdo de informático é muito abrangente e a Esaf costuma cobrar de tudo. A dica que eu dou é: já procurem uma ajuda, assistam aulas pela internet sobre o conteúdo programático de informática, a banca costuma complicar tudo em relação a essa matéria, procurar um auxílio facilita”.

* Estagiária sobre supervisão de Humberto Rezende

PESQUISA DE CONCURSOS