Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Polícia Judiciária Civil/MT suspende concurso por suspeita de fraude

O concurso é alvo de investigação por dois inquéritos

14/11/2017 14:00 | Atualização: 14/11/2017 15:34

Lorena Pacheco

Divulgação
A Polícia Judiciária Civil do Mato Grosso determinou a suspensão, por 60 dias, do concurso público para delegado da corporação. A seleção foi lançada em março deste ano pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), banca organizadora que está sendo investigada por envolvimento de funcionários na chamada Máfia dos Concursos.


O concurso está suspenso até a conclusão do inquérito policial aberto pela Gerência de Combate do Crime Organizado (GCCO) e do inquérito civil aberto pelo Ministério Público Estadual (MPE), que apuram suspeita de violação dos lacres de envelopes contendo provas.

De acordo com nota, assinada pelo delegado-geral da Polícia Judiciária Civil, Fernando Pigozzi, o novo cronograma do concurso será informado após o decurso do prazo e adotadas as providências regulares pela Comissão Especial de Concurso.

Ao todo, 13.290 pessoas se candidataram a 250 vagas de delegado. O cargo oferece remuneração inicial de R$ 19.316,49. A disputa é restrita aos candidatos bacharéis em direito e que têm entre 21 e 45 anos de idade.

Todos os candidatos já foram submetidos a provas objetivas e dissertativas. O resultado final dos testes objetivos e o resultado provisório da prova escrita já havia sido divulgados em 11 de novembro.

PESQUISA DE CONCURSOS