Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

STM confirma Cebraspe como organizador do próximo concurso

Segundo assessoria de imprensa do STM, o edital será lançado ainda neste mês

01/12/2017 16:39 | Atualização: 01/12/2017 16:50

Mariana Fernandes

STM/Divulgação
O novo concurso público do Superior Tribunal Militar (STM) será organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos ( Cebraspe). A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do local, que revelou que o contrato foi assinado na última quinta-feira (30/11). 

Participaram da seleção a Fundação Carlos Chagas (FCC), a Fundação Getúlio Vargas (FGV), e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Executivo ( Ibade), além do Cebraspe.  O extrato do contrato deve ser publicado no Diário Oficial na próxima segunda-feira (4/12).

O edital está previsto para ser lançado ainda neste mês e deverá contar com 42 vagas imediatas, além de cadastro reserva. As chances serão para analista judiciário e técnico judiciário, de níveis superior e médio, respectivamente. O salário inicial dos cargos é de R$ 10.119,93 para analista e R$ 6.167,99 para técnico. 


As provas serão aplicadas em todas as capitais dos estados brasileiros, além das cidades de Juiz de Fora (MG), Santa Maria (RS) e Bagé (RS), em turnos distintos para nível médio e superior. 

Os aprovados poderão ser convocados para tomar posse em qualquer cidade onde houver vaga para o cargo/especialidade, e onde estão sediados o Superior Tribunal Militar e as Auditorias da Justiça Militar da União: Rio de Janeiro/RJ, São Paulo/SP, Juiz de Fora/MG, Porto Alegre/RS, Santa Maria/RS, Bagé/RS, Curitiba/PR, Salvador/BA, Recife/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, Manaus/AM, Campo Grande/MS e Brasília/DF. 


Último concurso 


O último concurso do STM foi lançado em novembro de 2010, pelo então Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). Foram oferecidas 160 vagas para 73.412 candidatos (concorrência média de 458 inscritos por oportunidade). O posto que mais obteve participações foi o de técnico judiciário (área administrativa) para atuação em Brasília (DF) – mais de 21 mil cadastros.

Houve vagas para as seguintes capitais: Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Belém, Campo Grande, Fortaleza, Brasília e Manaus.

Também houve espaço para contratação nas cidades de Santa Maria, Bagé e Juiz de Fora; locais onde há sedes da Justiça Militar da União.


PESQUISA DE CONCURSOS