Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

STM adia lançamento de edital de concurso público com 41 vagas

Regulamento estava previsto para sair em setembro

04/10/2017 10:53 | Atualização: 04/10/2017 15:26

Lorena Pacheco

STM/Divulgação
Após admitir que o edital de abertura de seu novo concurso público seria lançado em 15 de setembro, o Superior Tribunal Federal (STM) informou que a seleção será adiada. Segundo nota à imprensa, o órgão afirmou que “por ocasião da análise da respectiva minuta de Edital, verificou-se que, no contrato firmado entre o Superior Tribunal Militar e o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE), foi previsto que a taxa de inscrição seria recolhida mediante boleto bancário, enquanto deveria ter sido consignada por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU). Em virtude disso, o STM reafirma a realização do referido concurso público, esclarecendo que o edital será divulgado tão logo for resolvida a questão”.


Ainda não há nova previsão de data para abertura do concurso. O que está confirmado é que serão abertas 41 vagas imediatas, além de cadastro reserva (o STM afirmou que poderá haver nomeações do cadastro e, mediante consulta, aproveitamento da lista de aprovados por outros órgãos do Poder Judiciário da União).

As áreas de atuação dos profissionais também já foram definidas. As chances serão para analista judiciário e técnico judiciário, de níveis superior e médio, respectivamente. O salário inicial dos cargos é de R$ 10.119,93 para analista e R$ 6.167,99 para técnico. Veja as especialidades abaixo:


Analista judiciário

Judiciária – 5
Administrativa – 1
Análise de sistemas – 1
Contabilidade – 1
Engenharia Civil – 1
Estatística – 1
Revisão de texto – 1

Técnico judiciário

Administrativa – 27
Programação – 3

Leia também: Além das vagas do novo concurso, Projeto de Lei prevê mais 240 chances para o STM

As provas serão aplicadas em todas as capitais dos estados, além das cidades de Juiz de Fora (MG), Santa Maria (RS) e Bagé (RS), em turnos distintos para nível médio e superior.

Os aprovados poderão ser convocados para tomar posse em qualquer cidade onde houver vaga para o cargo/especialidade, e onde estão sediados o Superior Tribunal Militar e as Auditorias da Justiça Militar da União: Rio de Janeiro/RJ, São Paulo/SP, Juiz de Fora/MG, Porto Alegre/RS, Santa Maria/RS, Bagé/RS, Curitiba/PR, Salvador/BA, Recife/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, Manaus/AM, Campo Grande/MS e Brasília/DF.

Preparação

Enquanto o edital não vem, o STM tem uma página para consulta pública da legislação do tribunal e da Justiça Militar da União, que deverão ser cobradas nas provas do novo concurso. Acesse! 

Último concurso

O último concurso do STM foi lançado em novembro de 2010, pelo então Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). Foram oferecidas 160 vagas para 73.412 candidatos (concorrência média de 458 inscritos por oportunidade). O posto que mais obteve participações foi o de técnico judiciário (área administrativa) para atuação em Brasília (DF) – mais de 21 mil cadastros.

O STM convocou para nomeação 771 candidatos de um universo de 9.814 aprovados, ou seja, cerca de 381% a mais que o número de vagas imediatas oferecidas. A maioria foi justamente para o cargo de técnico judiciário da área administrativa de Brasília, que, dos 5.650 aprovados, 191 foram convocados. Saiba mais sobre o STM aqui.

Graduados puderam se inscrever aos postos de analista judiciário, nas áreas administrativa, judiciária (geral e execução de mandados) e de apoio especializado – engenharia civil, engenharia elétrica, engenharia mecânica, psicologia, administração, arquitetura, economia, medicina, enfermagem, análise de sistemas, biblioteconomia, arquivologia, restauração, revisão de texto, comunicação social, contabilidade e estatística.

Quem tem formação intermediária pôde tentar a função de técnico judiciário, nas especialidades administrativa (geral, segurança, telecomunicações e eletricidade e mecânica) e de apoio especializado, na área de contabilidade. As remunerações variaram de R$ 4.052,96 a R$ 6.611,39. Os servidores foram lotados em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Bagé/RS, Santa Maria/RS, Fortaleza, Manaus e Curitiba.

PESQUISA DE CONCURSOS