Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Petrobras começa a receber inscrições para 2,7 mil vagas nesta terça-feira

Há oportunidades para os níveis médio e superior, com salários que chegam a R$ 8,8 mil

16/12/2014 09:10

Do CorreioWeb

RICARDO MORAES / REUTERS
A Petrobras começa a receber, nesta terça-feira (16/12), as inscrições para o processo seletivo público com 47 vagas imediatas e 2.655 para formação de cadastro reserva. Interessados podem se inscrever até 12 de janeiro de 2015, pelo site da banca organizadora, a Fundação Cesgranrio. A taxa custa R$ 40 para cargos de nível médio e R$ 58 para nível superior. Cinco por cento das chances são reservadas a pessoas com deficiência.

De acordo com o edital, os salários vão de R$ 3.095,97 a R$ 8.866,74. Os aprovados serão lotados em todo país. Quem tem nível médio de formação escolar poderá disputar os cargos de técnico de administração e controle jr, técnico de manutenção jr (ênfase em elétrica e mecânica), técnico de operações jr e técnico de química jr.

Aos cargos de profissional júnior de nível superior podem concorrer graduados em administração, ciências contábeis, comunicação (relações públicas), direito, engenharia (meio ambiente, produção, segurança do trabalho, mecatrônica, controle e automação, elétrica e mecânica), psicologia, serviço social, economia, e marketing.

O concurso será composto por provas objetivas, com 50 questões, no dia 8 de março de 2015. Candidatos ao cargo de técnico de operações jr ainda farão prova de capacidade física, composta por teste de barra fixa, flexão abdominal e corrida de 12 minutos.

Crise
Embora esta seja a segunda seleção pública que a Petrobras lançou neste ano, a estatal vive seu pior momento. Devido ao escândalo de corrupção, que está sob investigação pela Polícia Federal, o valor das ações da petroleira está caindo - chegando a valer menos do que R$ 10 na semana passada; e a divulgação das demonstrações financeiras foram adiadas novamente, o que aponta a dificuldade em fechar informações econômicas. Leia mais sobre o caso aqui.

PESQUISA DE CONCURSOS