Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Após dez anos sem concurso, Câmara Legislativa do DF prevê abrir vagas em 2015

Novas 70 vagas estão previstas na LDO para este ano

14/01/2015 10:36

Lorena Pacheco

Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press
Após 10 anos sem lançar um edital de concurso público, a Câmara Legislativa do Distrito Federal deve abrir novo certame em 2015. De acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, estão previstas 70 vagas para os cargos de consultor técnico legislativo (30), consultor legislativo (10) e técnico legislativo (30). Para a contratação desses novos servidores poderá ser despendido dos cofres públicos um montante de até R$ 13.650.154, apenas neste ano.

A expectativa, contudo, é que esse número possa aumentar. De acordo com último balanço de pessoal da Casa, existem 340 cargos efetivos vagos (outros 717 estão ocupados) - a Câmara ainda conta com 1.147 cargos em comissão, sendo que 866 são ocupados por servidor sem vínculo efetivo com a Administração Pública.

O último concurso da Casa foi lançado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) em 2005. Foram 120 vagas para técnicos e analistas, com salários entre R$ 5,5 e R$ 8 mil, respectivamente. A banca contabilizou, na época, 75.741 inscritos, o que provocou uma concorrência média de 631 pessoas por chance aberta. O cargo com maior procura foi o de policial legislativo, com mais de 19 mil candidatos. O concurso contou com prova objetiva e discursiva para todos as especialidades. Algumas exigiram ainda avaliação de títulos, prova prática e teste de aptidão física.

De acordo com a assessoria de imprensa da Câmara, trata-se apenas de uma previsão, que se repete há cinco anos na legislação, mas sem edital publicado. O órgão, porém reiterou que este é o primeiro passo para que haja concurso de fato, e que somente a partir de fevereiro, após a posse dos novos parlamentares, a Casa vai avaliar a viabilidade para realização do concurso.

PESQUISA DE CONCURSOS